A importância de escrever corretamente

Escrever corretamente de forma coesa e coerente é fundamental em diferentes etapas da vida. Para ingressar no ensino superior, por exemplo, os estudantes precisam demonstrar domínio da língua através de uma redação e, em alguns casos, respondendo a questões discursivas.

No mercado de trabalho, independentemente da área de atuação, a boa escrita também é determinante para a contratação de profissionais.

Em um contexto cada vez mais digital, o domínio da escrita é crucial para se fazer entender sem recursos, como entonação de voz e expressões faciais. Afinal, quando você envia um e-mail está apenas redigindo um texto, não é mesmo? Continue lendo para entender mais profundamente a importância de escrever bem.

Por que escrever corretamente é importante?

A evolução humana está diretamente ligada à comunicação, pois ela é uma das bases para o convívio em sociedade. Se não nos comunicássemos com eficiência estaríamos expostos ao caos, uma vez que seria quase impossível realizar a troca de técnicas e conhecimentos fundamentais para a sobrevivência do homem. 

O avanço crescente da tecnologia fez da escrita uma das principais formas de troca de informações, especialmente nos ambientes corporativos. Logo, escrever bem passou a ser relevante para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Quem não tem boa escrita pode ter dificuldades, inclusive para estabelecer relacionamentos pessoais através de ferramentas digitais. Confira a seguir as razões que tornam escrever bem tão importante. 

1. Escrever corretamente abre portas 

Como mencionamos no início deste artigo, a escrita abre portas em diferentes etapas das nossas vidas. Durante o período de formação escolar é essencial ter conhecimento da língua para interpretar textos e apreender conteúdos de outras áreas.

Para ingressar no ensino superior o indivíduo precisa ter boa interpretação textual e redigir textos que demonstrem sua capacidade de acompanhar este nível de aprendizado.

Por fim, para conquistar uma vaga de trabalho dos sonhos também faz a diferença ter boa escrita. Há empresas que solicitam que os candidatos escrevam uma carta de apresentação e entreguem junto com o currículo, exatamente para avaliar essa habilidade.

2. Melhor organização das ideias

Um indivíduo que escreve corretamente, tanto do ponto de vista gramatical quanto de coesão e coerência, consegue organizar as suas ideias e transmitir mensagens efetivas.

A lógica usada para escrever bem também pode ser empregada no dia a dia. Uma pessoa com uma visão clara das suas ideias dificilmente ficará confusa a respeito do que precisa fazer a cada dia, por exemplo. 

3. Evita ambiguidades

Todo e qualquer tipo de comunicação pode vir acompanhado de ruídos que dificultam a compreensão das mensagens transmitidas. Na escrita, a falta de clareza pode gerar interpretações ambíguas de ideias apresentadas. Há casos em que essa interpretação incorreta pode gerar eventos catastróficos. 

Em um contexto de trabalho, por exemplo, uma ordem redigida de forma confusa pode levar a grandes prejuízos. Não há espaço para interpretações errôneas, então é essencial ter completo domínio da língua, ela é uma ferramenta imprescindível. 

4. Confiança

A escrita, além de ser uma ferramenta de comunicação, é também um recurso que contribui para aumentar a autoconfiança do indivíduo. Pessoas que apresentam um bom vocabulário e se expressam corretamente, seja oralmente ou por escrito, causam uma excelente impressão nos demais. 

Profissionais em cargos de liderança, bem qualificados tecnicamente, podem não transmitir a devida confiança aos colaboradores pelo simples fato de cometerem erros crassos em seus e-mails. Há uma perda visível de autoridade pelo simples fato de não ter o domínio do uso do português

5. Transmissão de ideias

Por fim, escrever corretamente oferece às pessoas a possibilidade de transmitir ideias. Sabe aquele projeto pessoal incrível que está completamente desenhado na sua mente? Para que as outras pessoas consigam visualizá-lo é determinante saber como descrevê-lo de forma coerente e sem gerar ambiguidades.

Quem escreve corretamente consegue criar uma imagem visual na mente das outras pessoas. As palavras têm grande poder de comunicação e persuasão, desde que sejam bem usadas.

3 Dicas para escrever bem

A melhora da habilidade de comunicação por escrito está intimamente ligada ao hábito de praticá-la. O treino constante permite uma maior familiarização com a língua e com as técnicas de redação. Confira as dicas abaixo para melhorar a sua escrita. 

1. Ler é fundamental

Escrever nada mais é do que organizar palavras que você conhece de uma forma coesa e coerente. Logo, é importante constantemente ampliar o seu vocabulário e as possibilidades de encadeamento de palavras em frases. Para isso a dica é ler, mas ler bastante. 

Procure diversificar, lendo livros de literatura brasileira e estrangeira (mesmo traduzidos esses textos apresentam formas diferentes de transmitir ideias pela escrita), jornais, blogs, sites, entre outros. Seja seletivo e escolha fontes que tenham revisão de português para não estar em contato com erros gramaticais.

2. Não seja prolixo

Um indivíduo prolixo é aquele que usa muitas palavras e por vezes palavras difíceis para descrever algo simples. Na escrita também vale a máxima de que “menos é mais”.

A escrita deve, acima de qualquer coisa, ser efetiva na transmissão de uma ideia. Ao empregar muitas palavras para descrever uma ideia simples você pode estar gerando ruídos que prejudicarão a compreensão da mensagem. 

3. O dicionário é seu grande aliado

Até quem detém grande conhecimento da língua portuguesa pode ter dúvidas a respeito do significado de uma palavra ou da sua grafia. O ideal é ter um dicionário ou então o hábito de pesquisar as palavras em sites com esse foco. Consultar o dicionário não é motivo para vergonha, ao fazer isso você adquire um novo conhecimento. 

Escrever bem é importante para a sua constante evolução!

Retornar ao blog