O que é o Enade?

Quem ingressa no ensino superior deve saber o que é Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), pois se trata de um requisito obrigatório para a formação, de acordo com a Lei nº 10.861/2004.

Essa prova escrita aplicada anualmente objetiva avaliar a efetividade do ensino superior dos cursos de graduação no Brasil. Ao longo do texto explicaremos melhor o que é o exame, quem deve fazer e porque é um requisito obrigatório.

Afinal, o que é Enade?

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é uma das ferramentas utilizadas pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) para cumprir sua obrigação de fiscalização da qualidade do ensino superior. A realização do Enade é de responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Desde que foi criado através da Lei 10.861, de 14 de abril de 2004, o Enade é um componente curricular obrigatório dos cursos de ensino superior. Anualmente, a prova é aplicada aos estudantes de graduação que estejam entre o primeiro e o último ano. No histórico escolar do aluno constará apenas a sua situação regular em relação ao exame ou a dispensa de acordo com critérios do regulamento.

Para que serve o Enade?

O objetivo dessa prova é acompanhar o processo de aprendizagem dos estudantes de graduação de todos os cursos superiores do país. A partir da avaliação do desempenho nesse exame, é possível estabelecer uma base de dados sólida, contemplando a efetividade do ensino superior de cada curso e instituição, desempenho de estados e municípios, resultados por região geográfica, entre outros.

A análise desses resultados permite desenvolver um conjunto de ações mais efetivas para a melhoria da qualidade de ensino, assim como de outras questões pertinentes ao ensino superior, como as condições de estudo e aprendizagem oferecidas aos estudantes.

Quem faz a inscrição do estudante no Enade?

O mais importante em relação à participação no Enade é o fato de que não é o estudante quem faz a sua inscrição para o exame e sim o coordenador do curso. O aluno tem o direito de verificar se consta em seu Histórico Escolar o registro de sua participação na avaliação como Ingressante ou Concluinte (dependendo do momento em que fez a prova).

Caso tenha cumprido o dever de participar da prova do Enade e esse dado não conste em seu Histórico Escolar, o estudante tem o direito de solicitar a inclusão. Lembrando que é fundamental que se tenha cumprido a participação na prova para tal solicitação. A participação no Enade é um requisito para a conclusão do curso de graduação, colação de grau e recebimento do diploma.

Como funciona o Enade?

Como mencionamos, o Enade objetiva avaliar a qualidade do ensino de todos os cursos superiores do país, porém, não são avaliados todos os cursos de uma única vez. Cabe ao Inep definir quais serão as áreas (com seus cursos e habilitações) avaliadas a cada ano.

O sistema acontece de tal maneira que cada curso/habilitação passa pela avaliação de 3 em 3 anos. Dessa forma, todos os alunos podem participar do Enade, tanto no começo quanto no final do curso.

Todos os alunos fazem o Enade?

Devem ser devidamente inscritos no Enade pelo coordenador todos os estudantes ingressantes e concluintes quando a convocação para a prova é feita para o curso/habilitação em questão.

Somente os alunos com status de concluintes respondem ao questionário do estudante e fazem a prova. Os ingressantes têm os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) utilizados.

Como é feita a avaliação do Enade?

A avaliação do Enade é feita de formas distintas para quem está ingressando e quem está saindo do curso superior. No caso dos ingressantes, a avaliação considera a nota do Enem usada para entrar na instituição de ensino.

Já no caso dos concluintes, há um questionário que deve ser respondido através do site do Enade obrigatoriamente para receber as informações a respeito de data, local e horário da avaliação.

É importante ressaltar que, desde 2014, estudantes que não respondem ao questionário ficam em situação irregular ainda que tenham feito a prova. Sendo assim, é crucial seguir todos os passos para concluir mais esse requisito para a sua formação.

Participantes do Enade: perfil dos ingressantes e concluintes

Os estudantes do ensino superior participam do Enade em duas situações específicas: quando são ingressantes e quando são concluintes. Para que fique mais claro, vamos apresentar os dois perfis para você saber se está dentro de um deles.

Perfil do ingressante

Os ingressantes são os estudantes que começaram o curso (realizaram matrícula) no ano letivo em que o Enade do seu curso será realizado e cumpriram até 25% da carga horária total.

Perfil do concluinte

Os estudantes desse grupo são aqueles que estão com expectativa de colar grau ou que tenham cumprido 70% ou mais da carga horária total.

E quando o estudante tranca a matrícula?

Imprevistos acontecem na vida de todo mundo e pode acontecer de o estudante precisar trancar a sua matrícula, caso seja de um perfil apto para o Enade, a melhor escolha é fazer a prova mesmo assim.

É muito mais prático estar regular com o requisito do Enade do que retornar para o seu curso após algum tempo com o status de irregular. Caso tenha ficado irregular com o exame, o estudante deverá regularizar a sua situação na edição seguinte.

Saber o que é o Enade e procurar saber quando será a sua vez de fazê-lo é essencial para se manter sempre em dia com suas obrigações e não enfrentar nenhum problema para concluir a sua graduação.

Retornar ao blog