O que é socialismo científico?

O socialismo científico, que pode ser também chamado de socialismo, marxista é uma teoria política, social e econômica. Continue lendo para saber do que se trata esse conceito e quais são as suas diferenças em relação ao socialismo utópico.

Entenda o que é o socialismo científico

O socialismo científico consiste em uma teoria política, social e econômica desenvolvida em 1840 por Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). O termo “científico” faz referência ao fato de o modelo ter sido criado tomando por base análise científica e crítica do sistema capitalista. 

Por meio de profunda análise das relações sociais, políticas e econômicas do período, a doutrina visava promover uma transformação da sociedade. Em 1867, Marx publicou a obra “O Capital”, que analisava o sistema capitalista. Essa análise foi feita partindo de alguns tópicos, como: a luta de classes, a divisão social do trabalho, a mais valia e a produção do capital. 

O livro “Manifesto Comunista”, publicado em 1848 por Marx e Engels, é outra obra de grande relevância para o socialismo científico. Essas duas obras convidam o leitor a se aprofundar nas bases em que a doutrina está pautada. 

Conheça as principais características do socialismo científico

A seguir você poderá conhecer as principais características do socialismo científico. 

Materialismo histórico

Partindo do conceito de acúmulo de bens materiais é possível compreender a história das sociedades. 

Materialismo dialético

O conceito material é trabalhado no socialismo científico com profunda relação à dialética. A dialética consiste num método de diálogo focado na contraposição de ideias que, por sua vez, levam a novas ideias. 

Teoria da mais-valia

Marx utiliza o termo mais-valia para se referir à diferença do valor da mercadoria final produzida e do valor da soma da mão de obra e dos meios de produção. Trata-se da base do lucro dentro da lógica capitalista. 

Luta de classes

Diz respeito à luta empreendida entre a classe burguesa (a classe que explora) e o proletariado (a classe explorada). 

Revolução proletária

A luta em que está engajado o proletariado (classe explorada) para crescer e tomar o lugar da burguesia (classe que explora). 

Principais pensadores do socialismo científico

O socialismo científico tem como seus dois grandes nomes: Karl Marx e Friedrich Engels. Vamos conhecê-los melhor a seguir? 

Karl Marx (1818-1883)

O filósofo, economista liberal e revolucionário Karl Marx nasceu em 05 de maio de 1818, na cidade alemã de Tréveris. Casou-se com a ativista política e crítica de teatro alemã Jenny von Westphalen, em 1843. Suas publicações geraram grande controvérsia devido ao seu teor crítico e ele se tornou apátrida, então viveu exilado com sua esposa e filhos. 

Marx faleceu em 14 de março de 1883 em Londres. Seu trabalho é reconhecido por sua relevância e seu nome está no seleto grupo de indivíduos que marcaram a história da humanidade. 

Friedrich Engels (1820-1895)

Friedrich Engels nasceu em 28 de novembro de 1820, em um território que faz parte, atualmente, da Alemanha. Desenvolveu diversos trabalhos com Marx, sendo coautor de diversas de suas obras, como “Manifesto Comunista”. 

Após o falecimento de Marx, Engels trabalhou para que os dois volumes restantes de “O Capital” fossem publicados. Também foi o responsável por organizar as notas de Marx que deram origem à obra “Teoria sobre a Mais-Valia”. Curiosamente, era filho de um rico industrial alemão. Faleceu em 05 de agosto de 1895, em Londres. 

Quais são as diferenças entre o socialista científico e o socialismo utópico?

O socialismo utópico foi desenvolvido antes do científico e se baseava na busca pela igualdade de classes por meio de uma grande mudança de consciência social. Para os socialistas utópicos, era possível desenvolver um novo modelo de sociedade ideal. Essa sociedade utópica seria resultado de uma mudança de pensamento social que, por sua vez, levaria à harmonia entre as pessoas.

Na corrente do socialismo utópico, acreditava-se que seria possível alcançar esse modelo ideal sem que para isso fosse necessário realizar uma luta de classes. Já os socialistas científicos acreditavam que para que o socialismo fosse implantado na sociedade, seria necessário ter a compreensão crítica e analítica do sistema capitalista.

Os socialistas utópicos eram criticados pelos científicos, no que diz respeito ao seu desejo de uma mudança social sem que para isso fosse apresentado um método. Para os adeptos do socialismo científico havia muitas ideias irreais e fantasiosas no socialismo utópico. Seria necessário ter uma base mais concreta para promover a mudança almejada. 

Qual é a diferença entre socialismo e comunismo?

O socialismo é um sistema econômico e ideológico que visa alcançar a igualdade entre os indivíduos de uma sociedade. Em contrapartida, o comunismo consiste em um sistema econômico e político que implementa as ideias socialistas na prática. Tem também o objetivo de promover a igualdade entre os indivíduos da sociedade. 

Nesse contexto, a classe trabalhadora seria alçada ao papel de proprietária e tomaria as decisões sobre as questões mais importantes. No socialismo, os cidadãos são responsáveis por tomar as decisões, contudo, mantêm os conselhos (chamados também de comunas), ou seja, o governo tem um papel central. No comunismo, o Estado não possui mais sentido de existir, uma vez que as decisões são tomadas pelos trabalhadores coletivamente. 

No socialismo existem distinções de classes, ainda que mínimas. No comunismo, essas distinções deixam de existir por completo. Em relação à transição, o socialismo propõe que seja gradual e o comunismo acredita que deve ser abrupta. 

Agora você conhece os tópicos mais relevantes sobre o socialismo científico. Para conferir mais conteúdos como este, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog