A baixo ou Abaixo?

Às vezes, quando estamos escrevendo, nos deparamos com algumas dúvidas a respeito da ortografia de algumas palavras. Os termos “abaixo” e “a baixo” estão na lista dos que costumam gerar alguma confusão. Afinal, quando se escreve junto e quando se escreve separado? Em que contexto um é correto e o outro o incorreto?

No artigo a seguir iremos explicar melhor como utilizar ambos os termos para que você não fique mais confuso. Aproveitaremos para tirar outras dúvidas ortográficas mais adiante. Boa leitura!

A baixo ou abaixo?

A seguir iremos esclarecer com mais detalhes quando utilizar “abaixo” (escrito junto) e “a baixo” (escrito separado). 

Abaixo

Quando escrito junto, o termo “abaixo” diz respeito a algo que se encontra em uma posição inferior. Sendo assim, é um sinônimo para “debaixo”, “embaixo”, “por baixo”, “sob”, entre outros. Apesar de ser uma palavra utilizada mais como advérbio de lugar, também pode ser usada em situações que envolvem interjeições. Confira os exemplos abaixo:

“Abaixo a censura!”

“Confira abaixo os exemplos.”

“Na lista de compras o queixo está abaixo do iogurte.”

“Neste ano as notas dos alunos estão abaixo da média.”

“Fizemos um abaixo-assinado para ajudar Júlia.”

Importante!

Hífen 

Observe que no último exemplo temos o termo “abaixo-assinado”, nesse caso, há hífen. O termo refere-se a uma petição que conta com inúmeras assinaturas. No entanto, quando é utilizado para indicar o indivíduo que assina o documento, então é escrito sem hífen, como no exemplo a seguir:

“Lucas Gonçalves, abaixo assinado, foi o responsável por esse abaixo-assinado.”

Acompanhado de “seguir”

Uma dúvida relevante sobre o uso do termo “abaixo” diz respeito a quando ele acompanha o verbo “seguir”. Nesse caso, a dúvida refere-se ao fato do verbo ser escrito no plural ou singular. 

Em todo e qualquer caso, é necessário que o verbo concorde com o sujeito. Logo, se o sujeito estiver no plural, o verbo também deverá estar. Quando o sujeito estiver no singular, também utilizaremos o verbo no singular. Confira os exemplos abaixo:

“Segue abaixo a foto solicitada.”

“Segue abaixo a lista de convidados.”

“Seguem abaixo as fotos da festa.”

“Seguem abaixo os dados para a inscrição.”

A Baixo

Agora você já sabe quando utilizar “abaixo”, mas e quando utilizar “a baixo”? Essa expressão é sinônima de “para baixo”, “de baixo” ou “até embaixo”. O termo “a baixo” é antônimo de “de cima” e “do alto”. É composto pela preposição “a” e o adjetivo “baixo”. 

Se utilizado para contrapor as expressões antônimas, desempenha o papel de locução adverbial como, por exemplo, em “de cima a baixo” ou “de alto a baixo”. Confira os exemplos a seguir: 

“Quando cheguei à festa, Cláudia me olhou de cima a baixo.”

“Ontem, o cachorro rasgou o sofá de cima a baixo.”

“Precisamos lavar a fachada do prédio de alto a baixo.”

“Sofia olhou o vestido de alto a baixo.”

“Nessa promoção as bolsas estão a baixo do preço.”

Importante!

O termo “a baixo” não tem crase. 

Outras dúvidas ortográficas

Já esclarecemos quando utilizar os termos “abaixo” e “a baixo”, agora iremos tirar outras dúvidas ortográficas.

Embaixo x Em baixo

Embaixo

Quando escrito junto, o termo “embaixo” é um advérbio de lugar e indica algo que se encontra em uma posição inferior. É sinônimo de “abaixo”, “sob” e “debaixo”. É antônimo de “acima”, “em cima” e “sobre”. Confira os exemplos:

“Eu deixei a carta embaixo do travesseiro.”

“Os documentos estão embaixo do livro.”

“Quero passar esse dia todo embaixo dos cobertores.”

Em baixo

Grafado separado, o termo “em baixo” funciona como adjetivo na oração. Isso significa que ele qualifica um substantivo. Confira os exemplos:

“Durante a palestra falem com a voz em baixo tom.”

“Ele fez uma pintura em baixo relevo.”

“Nessas configurações a câmera fica em baixo contraste.”

“Nesse encontro a conversa foi em baixo calão.”

Enfim

Quando escrito junto e com “n”, “enfim” é um sinônimo de “finalmente”, “por fim” e “afinal”. Pode ser usado também como advérbio de tempo, tendo o sentido de alguma coisa que está concluída. Confira os exemplos:

“Enfim sós!”

“Depois de todos os percalços, enfim, consegui a promoção.”

“Após ter trabalhado tanto, enfim, poderei sair com você.”

Em fim

Por sua vez, a expressão “em fim”, escrito separado e com “m”, tem o sentido de “no fim de” ou “no final de”. É uma locução adverbial de tempo, isto é, desempenha a função de advérbio na frase. É constituída pela preposição “em” e pelo substantivo “fim”. Confira os exemplos:

“Luísa trabalhou 30 anos e está em fim de carreira.”

“Quando estamos em fim de jogo precisamos segurar o resultado.”

“Fátima é uma gestante em fim de tempo.”

A fim x Afim

A fim

Quando o termo é escrito separado, é parte de uma locução prepositiva “a fim de”. Assume o significado de finalidade, isto é, tem um objetivo ou um propósito. Confira os exemplos:

“A fim de debater sobre arte, a professora chamou um especialista.”

O termo ainda pode ser usado para nos referirmos a algo do nosso agrado como, por exemplo:

“Carlos está a fim de Joana.”

“Eu estou a fim de ir ao cinema.”

Afim

Escrito junto, “afim” faz parte das classes gramaticais de substantivos e adjetivos. O seu plural é “afins”. Confira os exemplos:

“Irei convidar todos os colegas e afins.”

O português é uma língua afim como o espanhol.” (semelhante)

Viu só como é fácil?

Retornar ao blog