O que é diversidade cultural?

O conceito de diversidade cultural diz respeito ao conjunto de culturas distintas que existem no mundo. Por sua vez, a cultura abrange os costumes e tradições de um povo que são transmitidos ao longo das gerações.

Dentre os elementos culturais mais relevantes de um povo estão sua língua, valores, comportamentos, religião, dança, folclore, entre outros. Continue lendo para entender melhor.

Diversidade cultural: o que é?

A diferença entre as culturas está nos seus elementos constitutivos que originam o conceito de identidade cultural. Indivíduos que fazem parte de um grupo X se identificam com os elementos que determinam a cultura do grupo. Logo, a diversidade cultural contempla o conjunto de culturas existentes.

Os fatores de identidade são responsáveis pela distinção do conjunto de elementos simbólicos que estão presentes nas culturas e que são reforçados pelas diferenças culturais existentes entre as pessoas.

Para alguns pesquisadores, a globalização é um processo que interfere na diversidade cultural por promover grande intercâmbio econômico e cultural entre os países. Em muitos casos, há uma busca pela homogeneidade.

Em 2001, 185 Estados-Membros aprovaram a “Declaração Universal da UNESCO sobre a Diversidade Cultural”. Essa declaração representa o primeiro instrumento com o objetivo de preservar e promover a diversidade cultural dos povos, contribuindo para que haja um diálogo intercultural. A diversidade é entendida como sendo a herança comum da humanidade.

Brasil e sua diversidade cultural

O Brasil é um país de dimensões continentais e possui aspectos bastante singulares no tocante a costumes, manifestações culturais e artísticas ou crenças. Com certeza, observar essas diferenças é uma forma de compreender o conceito de diversidade cultural. A seguir falaremos um pouco mais sobre cada região do país.

Região Norte do Brasil

O norte do Brasil conta com duas festas populares de grande porte: o Festival de Parintins e a Festa do Círio de Nazaré. O Festival de Parintins foi criado em 1965 e acontece desde então no estado do Amazonas, trata-se da maior festa do boi-bumbá. Por sua vez, a Festa do Círio de Nazaré é considerada como uma das maiores manifestações católicas do Brasil. Acontece em Belém do Pará.

Em Belém, também se destaca o carimbó, que é uma dança e um gênero musical que possui raízes indígenas. Alguns exemplos de alimentos típicos dessa região são mandioca, muçarela de búfala, pato, carne de sol, camarão seco, pimenta-de-cheiro e as frutas taperebá, buriti e cupuaçu.

Região Nordeste do Brasil

Festas e gêneros musicais encabeçam a lista de manifestações culturais do nordeste brasileiro. Alguns desses elementos populares são festa de Iemanjá, carnaval, caboclinhos, marujada, Bumba meu boi, reisado, lavagem das escadarias do Bonfim, ciranda, cavalhada, entre outros.

O artesanato feito com rendas e a literatura de cordel são outros elementos bastantes presentes na cultura do nordeste. Alguns exemplos de alimentos típicos da região são: carne de sol, tapioca, bolo de fubá cozido, buchada de bode, sarapatel, peixes, pamonha, pé de moleque, cocada, feijão-verde, caruru, acarajé e vatapá.

Região Centro-Oeste do Brasil

Uma das manifestações culturais mais proeminentes dessa região do país é o fogaréu no estado de Goiás. Nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul ganha destaque a dança folclórica conhecida como cururu, que tem origem indígena, e é bastante forte na “Festa do Divino” e na “Festa de São Benedito”.

Na mesa dos moradores do centro-oeste fazem sucesso: sopa paraguaia, gariroba, empadão goiano, arroz carreteiro, galinhada com pequi, maria-isabel, curau, pamonha e peixes como o pacu, o dourado e o pintado. No centro-oeste do país é possível observar traços das culturas indígena, gaúcha, boliviana, paraguaia, mineira e paulista.

Região Sudeste do Brasil

O sudeste do Brasil tem entre seus destaques culturais festividades de caráter religioso e folclórico, assim como danças e gêneros musicais específicos dessa região. Alguns dos elementos de maior destaque da cultura do sudeste são as festas de peão de boiadeiro, caiapó, festa do divino, samba de lenço, carnaval, Bumba meu boi, folia de reis, batuque, dança de velhos e congada.

Na lista de alimentos típicos da região sudeste estão: cuscuz paulista, bolinho de bacalhau, farofa, pirão, tutu de feijão, moqueca capixaba, aipim frito, virado à paulista, queijo minas, feijoada, carne de porco e feijão-tropeiro.

Região Sul do Brasil

No sul do Brasil o destaque entre as manifestações culturais fica para as festas trazidas pelos imigrantes, especialmente os europeus, no século XX. A “Oktoberfest”, festa da cerveja, é uma festa alemã realizada em Blumenau, Santa Catarina, desde 1984. Também se destaca no sul a “Festa da Uva”, de origem italiana, e que é realizada a cada dois anos na cidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, desde 1931.

O fandango de origem portuguesa e a tirana de origem espanhola são danças de destaque no sul. Outras festas e danças que representam a diversidade cultural do sul são a festa de Nossa Senhora dos Navegantes, boi na vara, boi-de-mamão, dança de fitas e congada. Alguns alimentos que são típicos da região sul são: churrasco, pirão, barreado, marreco assado, pirão de peixe, vinho e camarão.

A diversidade cultural é fundamental para a promoção do diálogo intercultural! Para conferir mais conteúdos informativos, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog