Viajem ou Viagem? Entenda a diferença

Você já ficou em dúvida se deveria usar a palavra viagem ou viajem? Se sim, saiba que isso é normal, haja vista que as duas palavras existem na língua portuguesa e são consideradas corretas de acordo com a norma culta.

No artigo a seguir vamos explicar as diferenças entre elas para que seja mais fácil identificar quando usar uma ou outra. 

Viagem ou Viajem?

Como mencionamos acima, as duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas de acordo com as normas da língua culta. Contudo, elas são usadas em contextos diferentes. Entendendo o seu sentido fica mais fácil escolher uma ou outra, por isso explicaremos o conceito de viagem e viajem.

Viagem

O verbo viajar se refere ao sentido de fazer um passeio, se deslocar de um ponto a outro. Na linguagem coloquial, a palavra viagem pode ser usada como gíria no sentido de uma sensação resultante do uso de drogas alucinógenas ou de paranoia. 

Quando usar viagem com G?

A palavra viagem com G é um substantivo e deve ser usada quando há o sentido de deslocamento, uma jornada. Uma dica é que pode ser usada como um sinônimo de passeio, tente fazer a substituição para ter certeza quanto ao uso.

A seguir apresentaremos alguns exemplos de frases com a palavra viagem. 

“João fez uma viagem incrível pela Tailândia.”

“Espero fechar muitos negócios nessa viagem.”

“Desejo que vocês façam uma boa viagem.”

Quando usar viajem com J?

A palavra viajem com J é a conjugação do verbo viajar na terceira pessoa do plural do presente do subjuntivo ou do imperativo. A palavra viagem com G se refere ao ato de viajar em si, ou seja, diz respeito ao deslocamento.

Por sua vez, viajem se refere a ação realizada por uma pessoa, isto é, o ato de fazer uma viagem. Confira os exemplos abaixo:

“Não viajem para o norte neste momento, está nevando.”

“Prefiro que vocês viajem amanhã.”

“É essencial que elas viajem amanhã cedo.”

“No último natal eu viajei para ver minha família.”

Verbo Viajar no Presente do Subjuntivo

(Que eu) viaje

(Que tu) viajes

(Que ele) viaje

(Que nós) viajemos

(Que vós) viajeis

(Que eles) viajem

Verbo Viajar no Imperativo

(Eu) –

(Tu) viaja

(Ele) viaje

(Nós) viajemos

(Vós) viajai

(Eles) viajem

Importante

Todas as formas verbais de verbos terminados em “-jar” são escritas com J. Por exemplo: viajava, trajava, arranjava.

Palavras Homófonas: conheça as que mais confundem

Outra dúvida recorrente na língua portuguesa diz respeito às palavras homófonas, ou seja, aquelas que possuem a mesma sonoridade, mas significados distintos. A seguir listamos os exemplos que mais causam confusão. Vamos conferir? 

Cessão x sessão x seção

Sessão: quando a palavra sessão é grafada dessa forma, indica o tempo de duração de um espetáculo de cinema, teatro ou outro. Confira o exemplo:

“Vou assistir à sessão das 22h da peça.”

Cessão: escrita dessa forma, a palavra cessão se refere a ceder algo, isto é, transferir ou dar posse a outra a pessoa. Uma dica para não se esquecer é lembrar que cessão com “C” vem de ceder que também se escreve com “C”. Confira o exemplo:

“Ele autorizou a cessão dos direitos autorais.”

Seção: quando a palavra é escrita com S e C tem o mesmo significado que secção, isto é, ato ou efeito de repartir. Também pode ter o significado de divisão de repartições públicas, um departamento ou uma parte de um todo. Confira o exemplo:

“Cada seção desta empresa será avaliada.”

Senso x censo

Censo: o termo censo diz respeito ao recenseamento da população, isto é, ao levantamento estatístico de dados de um conjunto de pessoas. Confira o exemplo:

“Mais de 67 milhões de domicílios foram visitados durante o Censo 2010.”

Senso: por sua vez, a palavra senso se refere à capacidade de entender e julgar. Pode ser relativa também à qualidade de quem é sensato e tem prudência. Confira os exemplos:

“O senso de humor de Vitória é um tanto peculiar.”

“Cristina é uma moça de bom senso.”

Ascender x acender

Ascender: quando escrita com SC essa palavra indica subida ou elevação. Confira o exemplo: 

“Fátima ascendeu ao cargo de diretora geral da empresa.”

Acender: escrita dessa forma, essa palavra tem o significado de iluminar ou atear fogo. Confira o exemplo: 

“Que tal acender as luzes da cozinha?”

Mau x Mal

Mau: é o contrário do “bom”. Confira o exemplo:

“Nessa história o caseiro foi um homem mau.”

Mal: esse é o contrário de “bem”.

“Minha filha está passando muito mal.” 

Acento x assento

Acento: diz respeito à acentuação (sinal gráfico). Confira o exemplo:

“Não se esqueça que a palavra avó tem acento circunflexo.”

Assento: diz respeito ao lugar em que alguém se senta, pode ser um banco ou uma cadeira. Confira o exemplo:

“Aqueles assentos da direita foram reservados para os palestrantes.”

Trás x Traz

Trás: diz respeito à localização de alguma coisa. Confira o exemplo:

“Deixe os arrependimentos no passado e não olhe para trás.”

Traz: vem do verbo trazer. Confira o exemplo:

“Traz sanduíches para fazermos um lanche.”

Caçar x Cassar

Caçar: escrita assim, essa palavra indica perseguição, busca ou captura. Confira o exemplo:

“É proibido caçar animais nessa área.”

Cassar: escrita com dois S a palavra significa anular ou invalidar alguma coisa. Confira o exemplo:

“Tudo indica que nesta quinta-feira os senadores irão cassar o mandato dele.”

Agora você não confunde mais, não é mesmo?

Retornar ao blog