Veja qual é o melhor conceito de globalização

Com certeza você já ouviu falar muito sobre Globalização, mas será que sabe definir o conceito da melhor forma? No artigo a seguir iremos explicar do que se trata esse conceito e como ele pode ser abordado nas provas do Enem e vestibulares. Vamos entender? 

Afinal, o que é Globalização?

O processo de globalização se caracteriza pelo aumento das relações entre os países, em contrapartida à diminuição de suas distâncias. Tais relações se dão especialmente nos âmbito econômico, porém, também se manifestam nas esferas culturais, sociais e políticas. O entendimento do conceito depende de compreender a sua origem. 

O fenômeno da globalização se originou no século XV, no período mercantilista. As ricas nações européias passaram a realizar longas viagens de navio em busca de novas riquezas e terras para colonizar. A partir do surgimento das colônias de exploração na Ásia e na África, teve início os fluxos de força de trabalho e mercadorias entre países e colônias. Consequentemente, também se iniciaram as trocas culturais.

A globalização se expandiu durante a Revolução Industrial, no século XVIII. As mudanças ficaram ainda mais destacadas no fim do século XX, após a Segunda Guerra Mundial. Nesse período o neoliberalismo ganhou força e impulsionou o processo de globalização econômica. 

Os mercados de diferentes nações passaram a ter uma maior interação, mais negócios e investimentos passaram a ser feitos na esfera internacional. Nessa fase, indústrias de um país passaram a se instalar em outros países. O avanço da tecnologia, em particular da comunicação e informática, tornou o processo de globalização ainda mais intenso. Os países se tornaram mais integrados econômica e culturalmente. 

Globalização: conheça as fases desse processo

O processo de globalização pode ser dividido em quatro fases, saiba mais sobre elas a seguir. 

Primeira fase

Grandes Navegações e Descobertas Marítimas a Revolução Industrial. Essa fase ocorreu entre os séculos XV e XVIII.

Segunda fase

Segunda Guerra Mundial e o período de expansão do capitalismo. Essa fase ocorreu entre os séculos XVIII e XX. 

Terceira fase

Teve início com a queda do Muro de Berlim, o que significou o início do fim da União Soviética, do bloco socialista e da Guerra Fria. Desenvolveu-se no fim do século XX. 

Quarta fase

Caracteriza-se pelo estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial em que o capitalismo é o sistema dominante. Acontece no século XXI.

Globalização: quais são as suas principais características?

A característica mais marcante da globalização é o nascimento das empresas transnacionais. Companhias que têm matriz em um país desenvolvido e cujas filiais atuam em países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos. Nesse modelo, as empresas transnacionais ampliam o seu mercado consumidor.

Outras vantagens que as organizações transnacionais têm é o acesso à mão de obra barata, isenção de impostos, incentivos, doações de terrenos, entre outros. A globalização contribui ainda para a interferência em aspectos culturais da sociedade. Hábitos incomuns num determinado país podem se popularizar através de programas de TV e pela internet. 

Os hábitos em questão podem ser alimentares, de vestimenta, comportamento, entre outros. Um exemplo é o espalhamento das redes de fast food pelo mundo. A moda também é um excelente exemplo, pois as roupas que aparecem na vitrine de um país podem ser vistas em vários outros. 

Confira a seguir um resumo das principais características da globalização:

– Potencialização das relações econômicas entre as nações;

– Bens e serviços globais produzidos em maior volume;

– Difusão instantânea de informações;

– Maior número de empresas multinacionais e transnacionais;

– Surgimento de blocos econômicos;

– Redução de barreiras comerciais;

– Aumento da economia informal. 

Globalização: prós e contras

Assim como qualquer processo, a globalização tem seus prós e contras. Confira a seguir mais detalhes sobre esses pontos positivos e negativos. 

Contras da Globalização

Uma das principais dificuldades criadas pela globalização é o aumento da competição de indústrias locais, de países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos, com indústrias de países desenvolvidos. Indústrias no começo de sua trajetória tendem a enfrentar custos mais altos do que as indústrias mais avançadas. 

Outros pontos negativos que podem ser destacados:

Concentração de riqueza

Boa parte dos lucros das empresas transnacionais é usufruída nos seus países de origem. 

Aumento do desemprego

A revolução tecnológica aumentou a presença de robôs e máquinas nas indústrias. Esses equipamentos estão realizando tarefas que antes eram feitas por pessoas. 

Descaracterização cultural

Alguns hábitos inerentes à cultura local são paulatinamente substituídos por hábitos de outras culturas. 

Exploração de matéria-prima e mão de obra barata

Para os países desenvolvidos, é economicamente interessante instalar as suas indústrias em nações subdesenvolvidas. Já para essas nações representa uma nova forma de exploração.

Prós da Globalização

Os principais prós da globalização estão associados ao livre comércio. Esse processo permite que a população tenha acesso a mais opções de produtos para escolher. Os preços podem baixar quando há a abertura comercial para uma negociação entre empresas de diferentes nações. 

Outros pontos positivos que podem ser destacados:

– Maior combate à inflação;

– Ampliação do leque de opções de produtos a que o consumidor tem acesso. Isso permite ter acesso a produtos melhores e com preços mais competitivos; 

– Realização de investimentos estrangeiros em outros países;

– Potencialização do desenvolvimento tecnológico;

– Possibilidade de assimilar e trocar costumes culturais entre nações; 

– Melhor relacionamento entre as nações. 

O processo de globalização é uma realidade do mundo atual!

Retornar ao blog