Veja diferenças entre o Inglês Americano e Britânico

Da mesma forma que a língua portuguesa, o inglês também possui mais de uma variante. Para a situação ficar mais clara, vamos ilustrar com o exemplo do português. Embora, no Brasil falemos português assim como em Portugal, Moçambique, Angola e outros países, é evidente que há diferenças entre as variantes. 

No caso da língua inglesa, especificamente, há duas variantes que se destacam: a dos Estados Unidos e a da Inglaterra. Quando se fala sobre as diferenças entre essas variantes, é natural pensar diretamente no sotaque. No entanto, há outros pontos divergentes entre elas. Continue lendo para entender mais a respeito.

Inglês Americano x Inglês Britânico: conheça as principais diferenças

A seguir iremos explicar as diferenças entre essas duas variantes que se estendem além do sotaque. 

Diferenças na escrita

Durante uma conversa, é possível que essas diferenças nem sejam notadas, no entanto, a leitura pode causar certa confusão para quem está iniciando seus estudos de língua inglesa. 

Terminação “or” e “our

Palavras em inglês americano que terminam em “or” possuem terminação “our” no inglês britânico. Exemplo: color (cor) no inglês americano se torna colour no inglês britânico. Outro exemplo é: flavor (sabor) no inglês americano que se torna flavour no inglês britânico. 

Terminação “nce” e “nse

Essa diferença de escrita pode ser observada também em palavras em inglês americano terminadas em “nce” que são escritas com “nse” em inglês britânico. Exemplo: defence (defesa) em inglês americano se torna defense em inglês britânico. Outro exemplo é: licence (licença) em inglês americano que se torna license em inglês britânico. 

Importante!

Essas mudanças de terminações acontecem com mais variantes, no entanto, não existe certo ou errado em diálogos ou textos. O idioma é válido em suas diferentes variações. Para os estudantes, é interessante estar a par dessas diferenças, mas não sob o viés de certo ou errado.

Diferenças no vocabulário

O vocabulário do inglês americano e do inglês britânico possuem algumas palavras bem diferentes entre si, mas que apresentam o mesmo sentido. Confira a seguir alguns exemplos dessas palavras.

Calças – Para os americanos é pants e para os britânicos é trousers

Cinema – Em inglês americano é movie theater e em inglês britânico cinema.

Guarda-roupa – No inglês americano é closet e no inglês britânico é wardrobe

Estacionamento – Para os americanos é parking lot e para os britânicos car place

Advogado – Na variante americana, a palavra pode ser traduzida como attorney ou lawyer. Já no inglês britânico, a tradução pode ser: barrister, solicitor e lawyer.

Gasolina – Para os americanos é gas ou gasoline, para os britânicos é petrol.

Prisão – No inglês americano é jail e no inglês britânico é prison

Borracha de apagar – Para os americanos é eraser e para os britânicos é rubber

Calçada – Para os americanos é sidewalk e para os britânicos pavement

Zíper – Em inglês americano é zipper e em inglês britânico é zip.

Pneu – No inglês americano é tire e no inglês britânico é tyre

Avião – Para os americanos é airplane e para os britânicos aeroplane.

Metrô – Para os americanos é subway e para os britânicos é underground.

Diferenças de gramática

Há certas diferenças no uso do present perfect e possessive entre americanos e britânicos. Os britânicos utilizam o present perfect comumente para se referir a ações que ocorreram recentemente.

Para ficar mais claro vamos usar como exemplo a frase “eu comi muito”. Os americanos diriam essa frase da seguinte forma: “I ate too much” e os britânicos diriam “I’ve eaten too much”.

No possessive, os britânicos costumam usar “have got”, já os americanos costumam usar “to have” e suas conjugações em frases.

Vamos exemplificar novamente, imagine que você quer perguntar a um britânico e a um americano se eles tem carro. Para o britânico a pergunta fica assim: “Have you got a car?”. A pergunta para o americano deve ser feita da seguinte forma: “Do you got a car?”.

Outras variantes de inglês

Ao longo deste artigo pontuamos as principais diferenças entre o inglês americano e o inglês britânico. No entanto, devemos ressaltar que há especificidades também no inglês usado na Austrália e no Canadá, assim como em certas regiões e outros países. 

Contudo, com a globalização e a necessidade de comunicação eficiente, essas diferenças estão se tornando mínimas. No contexto geral da comunicação tais diferenças podem até passar despercebidas, isso é o que se chama de inglês internacional. 

A língua é um caminho para que haja comunicação e deve ser entendida dessa forma. O mais importante é conseguir compreender o outro e se fazer compreender, sem se apegar a particularidades de cada falante. Esse é o padrão usado pelas certificações de inglês. Você saberá que atingiu um bom nível de inglês ao conseguir realizar uma comunicação efetiva independente de diferenças linguísticas.

Conhecer as diferenças entre inglês americano e britânico é interessante, mas o mais importante é conseguir se comunicar!

Retornar ao blog