Um panorama sobre a desigualdade social no Brasil

A desigualdade social é um problema muito falado nas escolas, nos noticiários e que acontece no mundo inteiro. Estudar sobre este tema é fundamental para quem vai prestar o Enem, já que o exame costuma abordar problemáticas sociais como essa. Se você ainda não colocou este assunto no seu plano de estudos, vale muito a pena acrescentar. 

Quer saber mais sobre desigualdade social e como ela se apresenta no Brasil? Continue a leitura e confira!

O que é desigualdade social?

Imagine como seria bom se todas as pessoas tivessem acesso à educação, aos serviços de saúde, ao lazer e à segurança. A Constituição Federal assegura esses direitos básicos a todos os brasileiros, mas, na prática, não é bem assim que acontece. 

Sabemos que existe uma grande parcela da população que é carente em várias dessas áreas, algumas famílias não têm nem mesmo saneamento básico e abastecimento de água onde moram. Isso é o que chamamos de desigualdade social, quando existem diferenças de direitos e privilégios entre as classes sociais. 

O que causa a desigualdade?

São diversos fatores que, juntos, que ocasionam a desigualdade social. O principal deles é a má distribuição de renda. Podemos ilustrar esse fator quando observamos a concentração do poder na mão da minoria, enquanto a maior parte da população fica com muito pouco. 

Temos ainda a má distribuição dos recursos, principalmente falando em recursos públicos. Isso tem a ver com a forma como eles são administrados, e tem uma grande relação com a corrupção no meio político e econômico.

Podemos colocar ainda neste tema a falta de investimento nas áreas sociais, em cultura, saúde, educação e demais assistência para as populações mais carentes. 

A lógica de mercado do sistema capitalista também influencia a desigualdade social, pois tem como foco o lucro. Seguindo esse pensamento, quanto mais vendas e mais dinheiro para os donos das empresas, melhor. 

Por último, podemos enfatizar a falta de oportunidades de trabalho que, consequentemente, gera a falta de renda. 

Como esse problema impacta a vida da população?

Existem diversos exemplos de como a desigualdade social pode impactar a vida das pessoas. 

Educação e Emprego

Geralmente, uma família de classe social alta, com bastante recursos financeiros e alto poder de consumo, consegue proporcionar excelentes oportunidades de ensino a seus filhos, inclusive em redes privadas. Dessa forma, eles têm acesso mais fácil a oportunidades de emprego e a melhores cargos e salários. 

Enquanto isso, uma família de baixa renda conta apenas com o sistema público de ensino. Em alguns casos, os filhos deixam de ir à escola para ajudar os pais com o trabalho. Sem o estudo adequado, ocupam funções com menores salários e têm menor expectativa de crescimento profissional.

Saúde

Em geral, pessoas de classe alta e média pagam por planos de saúde para ter acesso a hospitais e clínicas particulares, sendo privilegiados no atendimento, no conforto e nas tecnologias oferecidas pelos mesmos. As famílias com uma situação financeira mais baixa dependem exclusivamente do SUS (Sistema Público de Saúde).

Moradia

Quando falamos de moradia, podemos comparar pessoas que moram em regiões mais valorizadas, perto do trabalho e dos principais serviços, com aquelas que moram nas regiões periféricas, que levam horas para chegar ao trabalho ou no ambiente de estudo. Os casos mais extremos são de famílias que moram em regiões sem segurança, sem saneamento básico e até mesmo sem abastecimento de água tratada. 

Cultura e Lazer

Uma família com uma situação financeira precária, que tem dinheiro apenas para pagar aluguel, contas básicas de consumo e alimentação, geralmente não investe em atividades culturais, como visita a museus, teatros, cinema, viagens e alguns não têm nem mesmo acesso à internet. Tudo isso limita seu conhecimento, descobertas e visão de mundo. 

Tipos de desigualdade social

Em todos os exemplos que demos até agora, falamos principalmente sobre a desigualdade econômica, visando os direitos e privilégios que alguns têm e outros não de acordo com sua renda. Mas existem outros tipos de desigualdade social, confira.

Desigualdade de gênero: sabe quando a mulher ocupa a mesma função, trabalha a mesma carga horária e ganha um salário melhor que o colega, que é homem? É um exemplo de desigualdade de gênero.

Desigualdade racial: como herança do período da escravidão, vemos claramente a dificuldade de oportunidades em diversos âmbitos para as pessoas negras.

Desigualdade regional: é a diferença na qualidade de vida de pessoas que moram em determinadas regiões. Já percebeu como um lugar é mais privilegiado que outro em termos de moradia, acessos e oportunidades?

Desigualdade Social no Brasil

Se você acompanhou todos os tipos de desigualdade social e exemplos citados acima, percebeu que encontramos cada um deles no nosso país. Infelizmente, o Brasil é um dos países mais desiguais do mundo, atrás apenas da África do Sul, Namíbia, Zâmbia, República Centro-Africana, Lesoto e Moçambique. É o que aponta o último relatório divulgado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) no final de 2019. 

Agora você já sabe um pouco mais sobre a desigualdade social no Brasil. Se quiser acompanhar outros assuntos relacionados ao Enem e ao vestibular, acesse o Blog do Hexag Online e confira nossos artigos.

Retornar ao blog