Trás ou Traz: Como identificar qual a forma correta?

Você já teve dúvida se deveria usar trás ou traz em uma frase? Se sim, saiba que isso é bastante comum por serem palavras que se pronunciam da mesma forma. Para muitas pessoas a necessidade de distinção surge somente no momento de escrever. Continue lendo para entender qual é a diferença entre as duas palavras e aplique-as corretamente em seus textos.

Trás ou Traz: conheça as diferenças e quando usar cada uma

É natural ficar confuso em relação ao significado de trás ou traz, pois, como mencionamos, ambas as palavras se pronunciam da mesma forma. Logo, como saber qual é a correta para cada situação? A resposta é simples, basta saber que uma das palavras é uma locução adverbial enquanto a outra é um verbo.

Trás

Quando a palavra tem acento agudo e “s” é usada como sinônimo de atrás, detrás ou após. Recebe o acompanhamento de preposição, tornando-se, então, uma locução adverbial de lugar. Confira, a seguir, alguns exemplos do uso da palavra trás.

Exemplos

Não olhe para trás, apenas siga em frente!

Temos que saber o que está por trás disso.

Deixe de ser fofoqueira e saia de trás dessa porta.

Ela escondeu o livro detrás do armário. (Nesse caso houve a junção da preposição de + trás).

Traz

Quando escrito com “z”, traz é conjugação do verbo “trazer” na primeira pessoa do singular do imperativo e na terceira pessoa do singular do indicativo. O significado é o de transportar, conduzir, ocasionar ou oferecer. Para que fique mais fácil de entender, confira os exemplos a seguir:

Dinheiro não traz felicidade, mas pode ajudar a conquistá-la.

Esse menino traz muitos livros pesados na mochila da escola.

Ela traz a roupa de dança todos os dias.

Dica

Ainda tem dúvidas de quando usar trás ou traz? Nesse caso, a dica é usar o truque da substituição do termo na frase em questão para ter certeza de qual das duas palavras utilizar.

Dinheiro não traz felicidade = Dinheiro não ocasiona felicidade.

Ela traz a roupa de dança = Ela transporta a roupa de dança.

Outra dica para fazer a escolha certa é observar se há preposição (de, por, para) antes da palavra, se houver, o correto será “trás”.

Tira-teima

Para que fique bem clara a diferença entre trás e traz, é importante ter em mente que:

  • Trás é advérbio de lugar, estando acompanhado de preposição (de, por, para) e tem significado de atrás, após ou detrás.
  • Traz é conjugação do verbo trazer e tem o significado de conduzir, transportar, oferecer ou ocasionar.

Agora ficou fácil escolher a palavra certa, não é mesmo?

Outras palavras que geram dúvidas

Agora que você já sabe quando usar trás ou traz, vamos dar dicas sobre outras palavras que podem causar confusão na língua portuguesa. Vamos tirar essas dúvidas?

Deferir ou diferir?

A palavra deferir tem significado de concordar, atender ao que está sendo pedido, conceder. Por sua vez, diferir refere-se a divergir, discordar, ser diferente.

Exemplos:

O juiz deferiu o pedido habeas corpus feito pelo advogado.

Os dois se diferem em todos os pontos.

Uma dica é se lembrar que diferir começa com “di” assim como discordar e divergir, seus sinônimos.

Perca ou perda?

A diferença entre essas duas palavras está no fato de que “perca” é verbo (conjugação do verbo perder na 1ª e 3ª pessoas do singular do presente do subjuntivo e 3ª pessoa do singular do imperativo) e “perda” é substantivo (significa ser privado de algo). Exemplos:

Perca

Não perca essa chance de ser bem-sucedido. (Está na 3ª pessoa do singular do imperativo).

Você não deseja que eu perca essa chance, não é mesmo? (Está na 1ª pessoa do singular do presente do subjuntivo).

Não quero que João perca essa oportunidade de ser feliz. (Está na 3ª pessoa do singular do presente do subjuntivo).

Perda

A produção apresentou perda de qualidade este ano.

Cláudia está triste, pois a perda da irmã a abalou muito.

É bastante comum casos em que as pessoas se confundem e usam perca no lugar de perda e vice-versa. Construções como “Não quero que ele perda essa chance” ou “Assistir esse programa é perca de tempo” estão incorretas. É essencial ficar atento para não cometer esse erro na oralidade e nem na escrita.

Pousar ou posar?

Duas palavras que têm grafias semelhantes, mas significados distintos. A palavra “pousar” se refere a algo que está no ar prestes a tocar a superfície, como na seguinte frase: “A mosca vai pousar no bolo”.

Já a palavra “posar” refere-se ao ato de permanecer imóvel em uma posição específica, fazendo uma pose. Um exemplo do uso dessa palavra é: “O modelo posou por duas horas para os desenhistas”.

Então, pousar deve ser usado quando algo está no ar prestes a chegar à superfície e posar é permanecer em uma pose.

Gostou dessas dicas de como identificar quando usar cada palavra? Com essas dicas ficará mais fácil se lembrar das formas certas ao escrever a sua redação no Enem ou no vestibular!

Retornar ao blog