Qual carreira seguir? Dicas para escolher o melhor caminho

Escolher uma profissão é um desafio. Se você ainda não sabe qual carreira seguir, fique tranquilo, esta é a realidade de muitos estudantes que ainda vão prestar o vestibular. É preciso pensar bastante e analisar diversas questões antes de determinar de maneira consciente e tranquila com o que você quer trabalhar no futuro.

São muitas opções de cursos, de universidades, e aquela pressão para escolher logo. Mas lembre-se: mais importante do que escolher rápido é escolher certo. Por isso, pare, respire e pesquise. Vá atrás das informações que ajudarão você a entender o que realmente combina com você e com suas habilidades. 

Neste artigo, você encontrará seis dicas do que levar em consideração ao escolher uma carreira. Continue a leitura e confira!

1 – Identifique as suas preferências e habilidades

O primeiro passo é se conhecer, entender quem você é, do que você mais gosta e quais são as suas maiores habilidades. Para identificar tudo isso você pode se fazer as seguintes perguntas:

– Quais são as minhas disciplinas favoritas?

– Em quais atividades eu tenho um bom desempenho? Escrever, ler, pintar, desenhar, apresentar trabalhos, fazer cálculos, praticar esportes, etc.

– Quais atividades mais me dão prazer?

– O meu comportamento é mais extrovertido ou introvertido? Agitado ou mais tranquilo?

– Quais são meus pontos fortes? Organização, planejamento, comunicação, pontualidade, etc.

– Quais são os meus pontos fracos? Desorganização, falta de foco, perfeccionismo, etc.

– Prefiro ambientes fechados ou ficar ao ar livre?

– Sobre o que eu gosto de me manter informado? Notícias em geral, tecnologia, literatura, cultura pop, política, etc.

2 – Faça uma lista de profissões ideais

Coloque no papel todas as profissões que mais atraem você. Não tem problema se essa lista conter diversas áreas diferentes (biológicas, humanas, exatas). Por exemplo, você pode colocar engenharia e também medicina. Depois, ao lado de cada profissão coloque a área a qual ela pertence e o motivo de ser uma opção para você. 

3 – Pesquise sobre as profissões selecionadas

Você vai perceber que cada profissão tem muito mais características do que pensava quando começar a pesquisar sobre elas. Algumas maneiras de fazer essa pesquisa é:

– Conversar com profissionais que atuam na área para entender o dia a dia e a realidade da profissão;

– Entender como é o salário nesta área, se proporcionará o retorno financeiro que você deseja;

– Entender a carga horária e os desafios da profissão; 

– Pesquisar o mercado trabalho, entender se aquela área está saturada ou não; 

– Visitar os sites das universidades e pesquisar sobre o curso;

– Procurar por grupos e fóruns de discussão relacionados à carreira.

4 – Busque informações sobre o curso

Algumas faculdades exigem mais tempo e recursos do que outras. O curso de medicina, por exemplo, dura no mínimo 6 anos e exige estudo em período integral. É importante observar as suas necessidades e a sua rotina para ver se é possível se adaptar às exigências do curso.

Outro ponto importante é pesquisar quais opções de faculdade você tem, como funciona o vestibular, qual é a mensalidade (no caso de faculdades particulares), entre outros detalhes que vão ajudar você nessa preparação. Também vale a pena ver a grade curricular e saber o que você poderá estudar ao longo dos anos. 

5 – Compare as profissões às suas habilidades

Após descobrir as suas características e estudar mais sobre as profissões que são interessantes para você, é hora de fazer uma interligação entre você e as carreiras sugeridas. 

Você pode ter colocado que se interessa por Direito, por exemplo, mas ao observar suas habilidades percebe que não gosta de ler, algo que é muito importante nessa carreira. Ao mesmo tempo, você viu que tem um grande interesse por cálculos, e que vai de encontro com a faculdade de Administração, que também é uma opção para você.

Ao fazer esse exercício, fica mais fácil eliminar aquelas profissões que não se encaixam no seu perfil. 

6 – Evite esses erros

Enquanto pesquisamos sobre carreira, existem alguns fatores que podem nos levar a escolher algo diferente do que realmente desejamos. Um deles é a pressão de parentes e amigos. Claro que você pode ouvir opiniões das pessoas próximas, mas essa não deve ser a única base para a sua escolha. 

Outro ponto importante a considerar é não escolher uma carreira baseada apenas no retorno financeiro que ela pode proporcionar. Se você não tiver afinidade com a profissão, pode não ter o lucro que tanto deseja. 

Também não pense em escolher só entre as profissões que estão em altíssima no mercado atual, pois o cenário muda o tempo todo, seja pelo avanço tecnológico, pelo cenário político e econômico, etc.

Gostou das dicas? Agora, é só seguir esses passos e vai ficar bem mais fácil definir qual carreira seguir. Para saber mais, acesse o Blog do Hexag Online e confira muita informação sobre Enem e vestibular.

Retornar ao blog