Qual a diferença entre destilação simples e fracionada?

Entender qual a diferença entre destilação simples e fracionada é essencial para saber qual dos procedimentos de separação deve ser utilizado para cada tipo de mistura homogênea (que apresenta apenas uma fase). Tanto a destilação simples quanto a fracionada são métodos físicos empregados para a separação de misturas homogêneas.

Nos dois casos, o princípio fundamental é o conhecimento do ponto de ebulição das substâncias que compõem a mistura. Continue lendo para saber mais sobre os dois procedimentos e a diferença entre eles.

Qual a diferença entre destilação simples e fracionada?

Como citamos acima, os dois procedimentos, destilação simples e fracionada, consistem em maneiras físicas de separação de misturas homogêneas. A base para realizar essa separação está no conhecimento do ponto de ebulição das substâncias que compõem a mistura.

Devemos relembrar que ponto de ebulição é aquele em que uma substância líquida passa para o estado gasoso. Por exemplo, o ponto de ebulição da acetona é aproximadamente 58°C, dessa forma, quando é aquecida a essa temperatura passa do estado líquido para o gasoso. A partir desse entendimento, chegamos finalmente à grande questão acerca da diferença entre destilação simples e fracionada.

Basicamente, a diferença está nas substâncias que podem ser separadas por cada um dos procedimentos. A destilação simples é aplicada na separação de um sólido dissolvido em um líquido, como água com cloreto de sódio, por exemplo. Já a destilação fracionada é empregada para a separação de um líquido dissolvido em outro líquido, como água com acetona.

Destilação simples

A destilação simples é um método utilizado para separar um sólido dissolvido em um líquido. Para que isso aconteça, o processo consiste em levar o componente líquido a uma mudança de estado, tornando-se gasoso. Confira, a seguir, quais são os equipamentos utilizados para realizar esse tipo de destilação.

Aparelhos utilizados para a destilação simples:

Bico de Bunsen: a função desse equipamento é aquecer a mistura.

Tripé de ferro: serve de apoio para a tela de amianto.

Tela de amianto: a função desse equipamento é absorver parte do calor gerado pelo bico de Bunsen.

Balão de destilação: equipamento que possui uma saída superior e uma saída lateral, recebe a mistura homogênea que será destilada.

Termômetro: usado para verificar a temperatura de aquecimento.

Condensador: usado para condensar o componente com o menor ponto de ebulição da mistura.

Suporte universal com garra: item usado para firmar o balão de destilação e, também, o condensador.

Erlenmeyer: usado para recolher o material condensado no condensador.

Como é feito o procedimento de destilação simples?

A seguir exemplificaremos como funciona o procedimento de destilação simples no caso da separação dos componentes da mistura de cloreto de sódio e água. Confira o passo a passo.

  1. Os equipamentos devem ser organizados corretamente e, na sequência, a mistura deve ser adicionada ao balão de destilação.
  2. O bico de Bunsen deve ser ligado para aquecer a mistura, preferencialmente até que o termômetro indique que o ponto de ebulição do líquido foi atingido.
  3. Ao aquecer a água, ela se torna vapor e desloca-se em direção ao interior do condensador. A saída do balão deve estar vedada por uma rolha de borracha.
  4. Quando o vapor de água entra no condensador passa pelo processo de condensação, uma vez que o equipamento apresenta temperatura menor. O vapor da água converte-se para o estado líquido.
  5. Após sair do condensador, a água é recolhida na parte interna do Erlenmeyer. O cloreto de sódio continua dentro do balão de destilação.

Destilação fracionada

Esse tipo de destilação é empregado quando se deseja separar um líquido dissolvido em outro líquido. Nesse procedimento as duas substâncias serão convertidas para o estado gasoso, uma vez que um gás sempre apresenta densidade diferente em comparação com outro.

Aparelhos utilizados para a destilação fracionada:

  • Bico de Bunsen;
  • Tripé de ferro;
  • Tela de amianto;
  • Balão de fundo redondo – equipamento em que a mistura homogênea será adicionada;
  • Coluna de fracionamento – item cuja função é separar os vapores de substâncias diferentes;
  • Termômetro;
  • Condensador;
  • Suporte universal com garra.

Como é feito o procedimento de destilação fracionada?

A seguir iremos apresentar o passo a passo da separação da mistura de acetona e água para que seja mais fácil entender o procedimento de destilação fracionada. Lembrando que o ponto de ebulição da água é 100°C e da acetona é 58°C. Confira o passo a passo.

  1. Com os equipamentos devidamente montados, a mistura de água e acetona deve ser adicionada no balão de fundo redondo.
  2. Na sequência, o bico de Bunsen precisa ser ligado para aquecer a mistura, é importante conferir o termômetro para saber quando o menor ponto de ebulição foi atingido. Nesse exemplo o menor ponto de ebulição é o da acetona.
  3. Os dois líquidos se transformarão em vapor por estarem sendo aquecidos e irão entrar na coluna de fracionamento.
  4. O equipamento coluna de fracionamento é composto por bolinhas de vidro que são utilizadas como obstáculo para os vapores que estão entrando na coluna. Somente o vapor menos denso irá atravessar o obstáculo. Neste exemplo é o vapor da acetona que irá atravessar, pois, como tem o ponto de ebulição menor, apresenta vapor menos denso.
  5. Quando o vapor da acetona entra no condensador, passa pelo processo de condensação, tornando-se líquido.
  6. Depois de converter a acetona em líquido novamente, a mesma será recolhida dentro do Erlenmeyer.

A diferença entre destilação simples e fracionada é o tipo de mistura que cada processo separa. Para conferir mais conteúdos de química, além de dicas para o Enem e o vestibular, fique ligado no blog do Hexag!

Retornar ao blog