Prêmio Nobel: o que é?

Anualmente, no dia 10 de dezembro é realizada a cerimônia de entrega do título do prêmio Nobel em Oslo (Noruega) e Estocolmo (Suécia). Trata-se de uma das mais importantes premiações mundiais, seu foco está no reconhecimento do trabalho de profissionais que desenvolvem ações e pesquisas que beneficiam a humanidade. 

A premiação é realizada pela Fundação Nobel. Os contemplados de cada uma das cinco categorias recebem um diploma, uma quantia de 8 milhões de coroas suecas (cerca de US$ 800 mil dólares), além de uma medalha de ouro 18 quilates. O prêmio é concedido para quem se destacou em suas áreas de atuação no ano anterior. Continue lendo para saber mais sobre a premiação.

A história do Prêmio Nobel

Alfred Nobel, químico, inventor e criador do prêmio que leva seu nome, nasceu no dia 21 de outubro de 1833, na cidade de Estocolmo, na Suécia. Immanuel Nobel, pai de Alfred, montou uma fábrica de explosivos e ferramentas em São Petersburgo.

Dessa forma, o sueco cresceu na então capital do império russo. Trabalhando com o pai, Alfred conheceu a nitroglicerina, o principal ingrediente de sua grande invenção: a dinamite.

O patenteamento da dinamite tornou Alfred milionário e sua fortuna cresceu ainda mais com outras de suas invenções. Em 1888, o irmão de Alfred faleceu e um jornal o confundiu com o próprio inventor da dinamite. O obituário descrevia Alfred Nobel como “o homem que enriqueceu descobrindo formas de matar o maior número de pessoas mais rapidamente”. 

Percebendo que seria lembrado dessa forma quando falecesse, Alfred refletiu sobre sua invenção e o impacto da mesma nos combates bélicos. Assim, ele decidiu que sua fortuna deveria ser doada para a busca do bem-estar do ser humano. 

O testamento de Alfred Nobel

Alfred Nobel assinou seu testamento em 1895 e no ano seguinte veio a falecer. A família do químico ficou bastante surpresa quando soube que ele havia deixado 94% da sua fortuna para a criação do Prêmio Nobel. A Fundação Nobel foi criada em 1900 e em 1901 foi realizada a primeira edição da premiação. 

O que é o Prêmio Nobel?

O prêmio Nobel é uma premiação concedida para aqueles que mais se destacaram em cinco categorias no ano anterior. Alfred Nobel escolheu um grupo de pessoas que seria responsável por definir os indicados que teriam suas contribuições para a sociedade reconhecidas. 

Todos os anos, em 10 de dezembro, os principais nomes das cinco categorias da premiação recebem como prêmio um diploma, uma medalha de ouro 18 quilates e a quantia de 8 milhões de coroas suecas que equivale a cerca de US$ 800 mil dólares. A premiação é entregue em Estocolmo (Suécia) e Oslo (Noruega). 

Categorias do Prêmio Nobel

A Fundação Nobel premia, oficialmente, cinco categorias, sendo elas: Física, Química, Literatura, Fisiologia ou Medicina e Paz. Embora o prêmio de Economia seja conhecido popularmente como um Nobel, não está dentre as categorias geridas pela Fundação. A categoria de Economia é uma honraria concedida pelo Banco da Suécia para os principais nomes das ciências econômicas. 

Outros casos semelhantes são o da Medalha Fields e o prêmio Abel, chamados de “Nobel da Matemática”. Esses prêmios são concedidos pela União Internacional da Matemática e pelo Rei da Noruega, respectivamente. Logo, não existe Nobel de Matemática. 

A primeira edição do Prêmio Nobel

A primeira edição do Prêmio Nobel foi realizada em 1901 e os primeiros premiados foram: 

  • Química: Jacobus H. Van’t Hoff;
  • Física: Wilhelm C. Röntgen;
  • Fisiologia ou Medicina: Emil A. von Behring;
  • Paz: Jean H. Dunant e Frédéric Passy; 
  • Literatura: Rene A. F. Sully Prudhomme.

Vencedores do Prêmio Nobel: como são escolhidos?

A escolha dos vencedores tem início com os comitês de cada área. Esses comitês são os responsáveis por enviar cartas para cientistas, acadêmicos e professores de vários países, solicitando que eles façam indicações para a premiação. Todos os anos os comitês recebem entre 200 e 300 indicados. 

Uma das regras é que os consultados não podem indicar a si mesmos. Além disso, cada categoria pode reconhecer até três pessoas. A Fundação Nobel, em 1974, proibiu a indicação póstuma. No entanto, até hoje a fundação permite que aqueles que foram anunciados e faleceram antes da cerimônia mantenham-se laureados. 

Quando a decisão final das categorias é tomada, é feito o anúncio público dos ganhadores. Indicados que não forem premiados somente podem ter seus nomes revelados oficialmente após 50 anos.

Os comitês elaboram uma lista com os nomes dos candidatos que mais se alinham com as expectativas do prêmio em janeiro. No mês de outubro é feito o anúncio dos vencedores. 

Cerimônia e palestra pública

Os laureados recebem seus prêmios em uma cerimônia realizada no dia 10 de dezembro. Todos os vencedores devem fazer uma palestra pública em um prazo de seis meses após terem seu trabalho reconhecido. Geralmente, essa exposição acontece na Nobel Week, que é realizada em Estocolmo. 

Se o comitê considerar que não existe uma ou mais pessoas aptas a receber o prêmio de uma determinada categoria, ocorre a suspensão da premiação. Durante a Segunda Guerra Mundial, por exemplo, a categoria Nobel da Paz não teve laureados. 

O Prêmio Nobel premia aqueles que realizaram as maiores contribuições para a humanidade.

Retornar ao blog