O que significa composto binário?

Alguns conceitos têm grande relevância para a compreensão da química e um deles é o conceito de composto binário. Se você está se preparando para prestar vestibular ou para o Enem, deve acompanhar com atenção o conteúdo a seguir em que iremos explicar o seu significado e como identificar. Boa leitura! 

Afinal, o que é um composto binário?

Quando um composto possui molécula formada por dois elementos químicos diferentes, é classificado como um composto binário. Essa classificação independe da função do composto. Isso quer dizer que o composto binário pode ser um ácido, um óxido ou um sal.

Compostos binários: óxidos

Nos compostos binários óxidos, o oxigênio é necessariamente o elemento mais eletronegativo. Dessa forma, quando em um composto formado por dois elementos químicos o oxigênio for o mais eletronegativo, teremos a função de óxido. São exemplos de compostos binários da função óxido a água (H2O), o gás carbônico (CO2) e o óxido de mercúrio (HgO). 

Compostos binários: bases 

Não é possível ter um composto binário pertencente à função de base porque nessa função, necessariamente, a composição é de um elemento, em geral um metal, acompanhado por uma hidroxila (OH-). Isso quer dizer que minimamente seria ternária, isto é, composta de três elementos químicos diferentes. Logo, não há bases que se configurem em compostos binários. 

Compostos binários: ácidos

Na categoria de compostos binários ácidos temos alguns hidrácidos, isto é, aqueles que não têm oxigênio em sua molécula. Podemos citar como exemplos: ácido clorídrico (HCl), ácido fluorídrico (HF) e o ácido bromídrico (HBr). Todos esses são ácidos binários porque possuem hidrogênio ionizável e são constituídos apenas por dois elementos.

Compostos binários: sais

Entre os sais existem vários exemplos de compostos binários dentre os quais destacamos os derivados dos halogênios como cloretos, fluoretos, brometos e iodetos. Podemos citar como exemplos: cloreto de sódio (NaCl), fluoreto de lítio (LiF) e brometo de potássio (KBr). 

Compostos binários: hidretos

Recebem o nome de hidretos, os compostos binários que têm o hidrogênio como um dos seus elementos. Esse é um grupo bastante relevante de moléculas binárias dentre os quais podemos citar hidreto de potássio (KH), hidreto de cálcio (CaH2) e hidreto de sódio (NaH). Esses são elementos de grande relevância na área de síntese química.

O hidrogênio quase sempre possui nox igual a -1, ou seja, significa que ele quase sempre se constitui no elemento mais eletronegativo. Os hidretos são nomeados seguindo o seguinte modelo: 

Hidreto + de + nome do elemento junto ao hidrogênio. 

Compostos binários e a teoria da doação e recepção de elétrons

A teoria da doação e recepção de elétrons é muito utilizada para representar os compostos de natureza binária. Consiste em um modelo iônico que descreve a ligação de íons e que se adequa para descrever compostos binários entre os elementos não-metálicos e metálicos, particularmente os que compõem o bloco s. O sólido iônico forma um conjunto de cátions e ânions que se encontram em um arranjo regular.

De acordo com essa teoria, um composto tipo AB contará com um elemento A que possui caráter positivo (é então um doador de elétrons) e um elemento B de caráter negativo (aquele que recebe os elétrons provenientes de A).

Grande parte dos compostos binários se caracteriza por contar com uma estrutura que tem uma ou mais ligações de natureza iônica, isto é, com a doação e recebimento de elétrons. 

Compostos Binários: como é feita a sua representação

A representação dos compostos binários é relativamente simples, se constituindo basicamente em óxidos (aqueles que são combinados com oxigênio), sais binários (aqueles que combinam um metal e um não-metal), hidretos (aqueles que são combinados com hidrogênio) e combinações feitas entre dois não-metais. 

Compostos Binários: como é feita a sua nomenclatura

Entender como nomear os compostos é essencial para compreender as suas estruturas. Além disso, esse entendimento a respeito da nomenclatura permite entender de maneira mais clara o que está sendo expressado pelas fórmulas.

Veja como são atribuídos os nomes dos compostos binários. A fórmula geral fica da seguinte forma:

CxAy

Nessa fórmula temos:

C = Cátion

A = Ânion

Nessa nomenclatura, temos uma composição formada por “nome do ânion” de “nome do cátion”.

Para que fique mais claro daremos alguns exemplos: 

CaO – Óxido de Cálcio

KBr – Brometo de Potássio

FeI3 – Iodeto de Ferro (III)

Ag2S – Sulfeto de Prata

Geralmente, são formados por metais e os nomes dos cátions são os nomes dos elementos químicos. Tendo a fórmula como base, é necessário fazer a leitura de “trás para frente” para dar nome ao composto binário. É por esse motivo que o nome do ânion vem antes do nome do cátion. 

Esse nome serve como o ponto de partida para que possamos determinar a adição de íons para entender quanto precisa para cátion e ânions se anulem. Tenha em mente que a fórmula inicialmente deve ter o cátion e depois o ânion. 

Agora você sabe o que é um composto binário, como identificá-lo e nomeá-lo!

Retornar ao blog