O que são fenômenos meteorológicos?

Os fenômenos meteorológicos fazem parte do nosso dia a dia e têm grande influência na vida do ser humano. Uma prova disso é que os meios de comunicação, como a televisão, por exemplo, sempre apresentam conteúdos sobre tais fenômenos.

Informar-se sobre a ocorrência de chuvas e outros eventos meteorológicos é importante por muitos motivos, tanto para quem simplesmente quer sair preparado de casa quanto para aqueles que têm trabalhos que dependem do clima. Continue lendo para entender mais sobre esses eventos.

Afinal, o que são fenômenos meteorológicos?

Os fenômenos meteorológicos consistem nos eventos que acontecem na atmosfera e que estão associados ao clima e ao tempo. Sua pode ser natural ou em decorrência da ação do ser humano. Atualmente, já existem equipamentos capazes de monitorar as condições que levam a esses fenômenos. O trabalho do meteorologista é fazer a análise de tais dados.

O homem se dedica ao estudo da meteorologia há muito tempo, pois, assim como a astronomia, é uma ciência de grande ajuda para a sobrevivência. O tempo e o clima são fatores decisivos para a vida das pessoas. Aristóteles descreveu os fenômenos meteorológicos já no século 4 a.C.

Podemos citar como exemplos desses fenômenos as chuvas, raios, tempestades, neblina e a formação de nuvens. Há também os fenômenos de escala global, como o La Niña e o El Niño, por exemplo. Todos esses eventos interferem no dia a dia das pessoas, especialmente na produção agrícola.

Conheça os principais fenômenos meteorológicos

A seguir você poderá saber mais sobre os principais fenômenos meteorológicos.

Chuvas

A chuva se forma através da evaporação da água, esse processo leva à formação de nuvens. As nuvens formadas se condensam e se precipitam.

Há três tipos de chuvas, que são:

Orográficas

Tipo de chuva comum nas regiões de montanhas e serras, essas formações bloqueiam a massa de ar úmido.

Convectivas

Conhecidas popularmente como “chuvas de verão”, acontecem em regiões de calor. Caracterizam-se por serem chuvas muito fortes e rápidas.

Frontais

Resultantes do encontro de uma massa de ar quente com uma massa de ar frio.

Raios

Raios se formam em duas situações específicas, a primeira delas é quando há o encontro de duas nuvens. A segunda situação, por sua vez, se dá quando ocorre troca de cargas elétricas entre as nuvens e o solo. Em ambos os casos, as descargas elétricas acontecem quando as cargas positivas e negativas dos meios envolvidos não se encontram em equilíbrio.

Ciclones

O fenômeno denominado ciclone é o resultado do aumento das massas de ar quente na atmosfera e descida das massas de ar frio. Essa atividade resulta em grandes tempestades e ventos intensos que podem ultrapassar os 200 km/h.

Ciclones têm a forma circular e se estendem do solo até as nuvens. Os dois tipos de ciclones mais conhecidos são os furacões ou tufões (formados no oceano) e os tornados (os mais fortes que chegam a 400 km/h).

El Niño

O fenômeno conhecido como El Niño se dá em lugares banhados pelo Oceano Pacífico. A principal característica desse evento é o aumento da temperatura das águas do oceano, o que leva a uma maior evaporação e, em consequência, aumenta o volume de chuva. Trata-se de um evento esporádico que possui intervalos de 2 a 7 anos.

La Niña

Da mesma forma que o El Niño, a La Niña é um fenômeno meteorológico que acontece no Oceano Pacífico e possui intervalos de 2 a 7 anos. Porém, ao contrário do outro evento, a La Niña leva à redução da temperatura da água do oceano, resultando no aumento do acúmulo de chuva.

Efeito estufa

O efeito estufa é um dos fenômenos mais relevantes e, também, um dos mais negligenciados. A principal característica desse fenômeno é aquecer a Terra, aumentando as temperaturas. É resultante da alta queima de combustíveis fósseis, o que leva a uma concentração alta de dióxido de carbono.

Os resultados do aquecimento global gerado pelo efeito estufa incluem o derretimento das calotas polares, queimadas e mudanças climáticas. Em relação à produção agrícola, o efeito estufa pode levar a perdas significativas nas produções. O aumento de temperaturas pode afetar consideravelmente as plantas que estão acostumadas a outras condições.

O papel dos meteorologistas

Os profissionais de meteorologia são responsáveis por monitorar os fenômenos meteorológicos. Eles têm papel crucial para entender as tendências da mudança do tempo e do clima, contribuindo para que suas consequências sejam as menos danosas possíveis.

Além disso, contribuem para analisar o que pode ser feito para evitar os fenômenos desencadeados pela ação humana. A tecnologia é uma das grandes aliadas do trabalho dos meteorologistas, uma vez que permite ter acesso a uma grande base de dados. Hoje em dia, é possível prever mudanças no clima e no tempo com antecedência e até se preparar para enfrentar as consequências de alguns fenômenos.

Agora você já sabe o que são e quais os principais fenômenos meteorológicos! Navegue pelo blog do Hexag para conferir mais conteúdos informativos e dicas para o Enem e o vestibular!

Retornar ao blog