O que são fake news? Como podem ser cobradas em sua prova?

O termo fake news, apesar de fazer parte do nosso vocabulário há pouco tempo, tem sido cada vez mais citado nos noticiários, entre autoridades e a sociedade de forma geral. É importante procurar entender mais profundamente o que são fake news, como elas surgiram e quais são os seus efeitos porque, por ser tratar de um tema atual, pode estar presente em questões do Enem e das principais provas de vestibular.

O que são fake news e como elas surgiram?

Como o próprio nome sugere, uma fake news é uma notícia fabricada e que não tem compromisso com a realidade. O grande perigo está no fato de que elas são criadas de forma para parecerem verdadeiras com o objetivo de enganar as pessoas.

Os primeiros relatos de fake news como conhecemos hoje, que são disseminadas através da internet, vêm da Macedônia, um pequeno país da Europa. Em 1996, o editor de um portal de notícias dos Estados Unidos encontrou vários sites que continham informações um tanto quanto absurdas e que estavam atraindo um tráfego de visitas considerável.

Ao investigar esse fato curioso, o editor descobriu que os mais de 100 sites com esse mesmo perfil estavam todos registrados na Macedônia. Grande parte das notícias falsas compartilhadas por eles estavam relacionadas às eleições americanas e a autoridades mundialmente conhecidas, como o Papa Francisco.

Como as manchetes escritas por eles eram sempre chamativas e com informações chocantes, um grande número de usuários começou a acessar e compartilhar através das redes sociais, atraindo cada vez mais visitantes. De acordo com o que se sabe, os donos dos sites fizeram isso com a intenção de ganhar dinheiro através de programas de anúncios, que pagam por cada clique.

De 2016 para cá, as fake news começaram a ser difundidas em todo o mundo e através de diversos meios diferentes, como postagens nas redes sociais, vídeos, mensagens enviadas por aplicativos de chat. É um fenômeno bastante prejudicial e que pode causar inúmeros danos para a sociedade.

Por que as fake news são criadas?

Existem muitos motivos que levam um indivíduo a criar fake news, entre os mais comuns podemos citar:

Difamação de uma personalidade

Personalidades costumam ser alvo constante de fake news, afinal, quem as cria deseja atrair a atenção do maior número de pessoas possível e nomes conhecidos da mídia acabam tendo esse efeito instantaneamente.

Motivações políticas

Em muitos casos, as fake news são usadas como estratégia política para prejudicar adversários e manipular a opinião pública.

Atrair usuários para um site

Assim como ocorreu com as primeiras fake news da Macedônia, diversos sites continuam utilizando informações criadas para atrair tráfego para sites com várias intenções diferentes.

Difundir ideias preconceituosas

Existem, ainda, indivíduos que se unem para criar fake news com conotação preconceituosa e voltada para atingir determinados grupos, como negros, homossexuais, mulheres, membros de religiões, entre outros.

Vender um produto

Recentemente, as notícias falsas começaram a ser usadas para anunciar itens de diversos segmentos. Um bom exemplo disso são empresas que utilizam indevidamente fotos de celebridades para vender algum produto de emagrecimento.

As motivações para a criação e disseminação de fake news variam bastante. Por se tratar de um tema relativamente novo, pesquisas sobre esse fenômeno estão sendo realizadas em todo o mundo para entender os principais motivos que levam pessoas a criar notícias falsas.

Consequências das fake news

As consequências das fake news podem ser bastante graves, prejudicando pessoas e um país inteiro. Para muitos, algo que se vê na internet é automaticamente tido como verdade e aquilo passa a determinar suas opiniões e escolhas.

Em se tratando de política, por exemplo, que é uma área em que as fake news são bastante fortes, os criadores se valem do fato de que uma parcela significativa da população não verifica as fontes das notícias. Assim, manipulam para atingir seus objetivos, que podem ser derrubar ou eleger alguém.

Um caso bastante emblemático das consequências das fake news no Brasil foi o de uma dona de casa do Guarujá, em São Paulo, que foi espancada até a morte por moradores de sua cidade, em 2014. Eles fizeram isso motivados por uma notícia falsa que circulou pelas redes sociais afirmando que a mulher sequestrava crianças e as usava em rituais de magia negra.

Como as fake news podem ser cobradas em provas?

Como se pode ver ao longo do artigo, as fake news são realmente perigosas e devem ser combatidas. Por ser um tema bastante discutido pela sociedade atualmente, é bem provável que seja cobrada em provas.

Em 2018, as notícias falsas foram assunto da redação do Enem, cujo tema foi “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”. Além disso, elas podem aparecer de outras formas, contextualizadas dentro de questões de várias áreas de conhecimento.

Para se sair bem em uma prova, caso as fake news apareçam como tema da redação ou em uma questão, é fundamental se manter bem informado e adotar o hábito de ler portais de notícia confiáveis. Além do mais, é preciso tomar bastante cuidado para não se tornar uma vítima delas e citar uma informação falsa ao longo de um texto ou resposta de uma questão aberta.

A melhor forma de combater as fake news é checando fontes antes de compartilhar e tomar algo como verdade, e preferir sempre se informar através de veículos sérios e que tenham compromisso com a ética.

Retornar ao blog