O que são as glândulas endócrinas?

As glândulas endócrinas têm grande importância para o bom funcionamento do corpo humano. Elas são as responsáveis por produzir e liberar hormônios diretamente na corrente sanguínea. Continue lendo para saber mais sobre essas glândulas e suas funções.

Entenda o que são as glândulas endócrinas

O sistema endócrino é formado por um grupo de glândulas e órgãos responsáveis por regular e controlar diversas funções do organismo através da produção e secreção de hormônios. As estruturas formadas por tecido epitelial do tipo glandular são chamadas de glândulas. Os hormônios, por sua vez, são substâncias químicas que afetam atividades de outra parte do corpo.

As glândulas endócrinas são aquelas que produzem e liberam os hormônios diretamente na corrente sanguínea. Os hormônios são os responsáveis por controlar diversas atividades do organismo, por isso são tão relevantes. Essas glândulas são reguladas pelo Sistema Nervoso, em especial pelo hipotálamo.

Classificação das glândulas do sistema endócrino

O sistema endócrino possui três tipos de glândulas (exócrinas, endócrinas e mistas ou anfícrinas). A seguir você poderá entender as diferenças entre elas.

Glândulas exócrinas

As glândulas exócrinas atuam lançando seus produtos para fora do corpo por meio de ductos. São exemplos: glândulas mamárias, glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas.

Glândulas endócrinas

Essas glândulas atuam lançando os seus produtos na corrente sanguínea. Trata-se de glândulas de secreção interna.

Glândulas mistas ou anfícrinas

Nessa categoria estão glândulas que atuam ao mesmo tempo como endócrinas e exócrinas. Um exemplo é o pâncreas.

Principais glândulas endócrinas e seus hormônios

Confira abaixo quais são as principais glândulas endócrinas e quais os hormônios produzidos por elas.

Hipófise

Essa glândula também pode ser chamada de pituitária e é considerada a glândula mestre do organismo. Possui cerca de 1 cm de diâmetro e pesa cerca de 1 grama, aproximadamente o tamanho de uma ervilha. Fica localizada em uma área chamada sela túrcica, na base do cérebro. Fica abaixo do hipotálamo, controlando boa parte das funções da hipófise.

A hipófise é dividida em duas partes: anterior ou adeno-hipófise e posterior ou neuro-hipófise. Diversos hormônios, relacionados a atividades variadas, são produzidos na hipófise. Confira abaixo alguns desses hormônios e suas funções:

Hormônios produzidos na adeno-hipófise

Adrenocorticotropina

Libera e estimula hormônios das glândulas suprarrenais, em especial o cortisol. Também age liberando hormônios glicorticoides.

Hormônio estimulante da tireoide ou tireotrofina

Atua liberando e estimulando a síntese e a secreção dos hormônios da tireoide.

Hormônio folículo estimulante

Atua no estímulo do desenvolvimento dos folículos nos vários, além de induzir a secreção de estrógeno.

Hormônio luteinizante

Estimula e promove o crescimento e função das gônadas (ovários e testículos) juntamente com o hormônio folículo estimulante.

Prolactina

Age na produção de leite pelas glândulas mamárias. Sua função nos homens ainda é desconhecida.

Ocitocina

Age no estímulo da musculatura do útero.

Glândula tireoide

Trata-se de uma das maiores glândulas do corpo humano, fica localizada na região do pescoço. Basicamente, a tireoide é responsável por liberar três hormônios:

Triiodotironina (T3) e Tiroxina (T4)

Esses dois hormônios possuem iodo em sua composição e estão relacionados, grande parte desse iodo é proveniente da alimentação. Agem acelerando o metabolismo celular e, como consequência, aumentam a produção de calor e o consumo de oxigênio.

Calcitonina

Reduz os níveis sanguíneos de fosfato e cálcio, algo que se acredita que acelere a absorção de cálcio pelos ossos.

A tireoide está relacionada também ao Hipertireoidismo e Hipotireoidismo.

Hipertireoidismo

Trata-se de um funcionamento exacerbado da tireoide, essa situação faz com que o indivíduo emagreça por ter o metabolismo acelerado.

Hipotireoidismo

Condição de quando a tireoide trabalha menos, de forma a produzir menos tiroxina. Nesse caso, a tendência é engordar, porque o metabolismo se torna mais lento.

Glândula pineal

Consiste em uma glândula pequenina com formato oval situada entre os hemisférios cerebrais. Ainda há diversas dúvidas no meio científico a respeito das funções da glândula pineal. Uma de suas funções que é conhecida é a de secretar o hormônio melatonina, ele é responsável pelos ciclos do sono.

A melatonina tem a sua produção relacionada com a quantidade de luz recebida pela retina, assim como com a glândula pineal. Em um ambiente calmo e escuro com os olhos fechados, o indivíduo tem a sua produção de melatonina potencializada.

Glândulas suprarrenais

Conhecidas também como adrenais, essas glândulas têm formato de pirâmide e estão localizadas acima de cada rim. São responsáveis pela produção de hormônios como adrenalina e noradrenalina, que agem de forma independente.

Adrenalina

Age como um mecanismo de defesa, preparando o organismo para uma situação de emergência. Também age elevando o nível de glicose no sangue.

Noradrenalina

Esse hormônio se relaciona com o raciocínio e emoções. Uma de suas funções é manter a pressão sanguínea em níveis normais.

Pâncreas

Como já citamos, o pâncreas é uma glândula mista, a seguir apresentaremos a sua função endócrina. Fica localizado entre o duodeno e o baço, atrás do estômago. A parte endócrina dessa glândula é responsável por secretar os hormônios insulina e glucagon, que são lançados diretamente nos vasos sanguíneos do pâncreas.

Insulina

Hormônio cuja função é reduzir o nível de glicose no sangue.

Glucagon

Age estimulando o fígado a degradar glicogênio e liberar glicose nos momentos em que o corpo precisa de energia.

Testículos

Duas glândulas com formato oval situadas na bolsa escrotal. São as gônadas masculinas que agem produzindo os hormônios sexuais masculinos e os espermatozoides. Os testículos têm como principal hormônio produzido a testosterona, que é responsável pelo surgimento das características sexuais secundárias masculinas, como mudanças na voz, pelos, entre outras.

Ovários

São as gônadas femininas e os principais hormônios produzidos são o estrógeno e progesterona.

Estrógeno

Tem função de controle do ciclo menstrual e é responsável pelo surgimento de características sexuais secundárias femininas. É o estrógeno quem prepara o útero para uma eventual gravidez.

Progesterona

Tem ação no ciclo menstrual e no útero.

Agora você já conhece as glândulas endócrinas e suas funções! Para mais conteúdos de biologia e dicas para o Enem e o vestibular, fique ligado no blog do Hexag!

Retornar ao blog