O que precisamos saber sobre o movimento de rotação da Terra?

Quinta, 12 de Novembro de 2020

O que precisamos saber sobre o movimento de rotação da Terra?

O movimento de rotação da Terra é um dos quatorze movimentos realizados pelo nosso planeta, entre os quais estão alguns relacionados ao Sistema Solar, outros à Via Láctea e ao universo, que se mantém em constante movimentação e expansão.

O fato de a Terra girar em torno de si mesma em sentido anti-horário é de crucial importância para a manutenção da vida. Continue lendo e confira informações bastante relevantes a respeito de rotação da Terra para se dar bem ao responder questões sempre o tema no Enem e vestibular.

Movimento de rotação da Terra: o que é?

Trata-se de um movimento de giro que a Terra realiza em torno de si mesma em sentido anti-horário (oeste-leste), ou seja, se esse movimento fosse observado externamente por nós, veríamos o planeta girando em sentido oposto ao dos ponteiros do relógio. É exatamente esse sentido de giro da Terra que cria o movimento aparente do sol de leste para oeste.

A rotação da Terra é o que cria a sucessão de dias e noites em nosso planeta, a duração desse “giro” é de 23 horas, 56 minutos, 4 segundos e 0,9 décimos. A velocidade de rotação é de 1666 km/h (ou 465 m/s), sendo considerada rápida, porém, inferior à velocidade de rotação de outros astros. O dia acontece quando a face do planeta está voltada para o sol, já a noite, por sua vez, quando a face está voltada para o lado contrário ao dele.

Dia solar

A Terra leva 24 horas para realizar o seu movimento em torno do Sol, o que se conhece como dia solar. Há uma diferença de 4 minutos entre o dia solar e o dia sideral (23 horas, 56 minutos, 4 segundos e 0,9 décimos) porque, enquanto a Terra está realizando o movimento de translação (girando em torno do sol), o sol está se deslocando também.

Linha do Equador

A velocidade de rotação do planeta é maior nas regiões próximas à Linha do Equador, haja vista que o raio terrestre nesse ponto é mais longo. Para que fique claro, podemos citar o exemplo da velocidade de rotação na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, que é de 1450 km/h por estar distante da Linha do Equador.

Eixo de rotação da Terra

O eixo de rotação da Terra apresenta um desvio de aproximadamente 23,5° em relação ao eixo longitudinal imaginário do planeta. É por causa desse desvio que os hemisférios do planeta são iluminados de maneira diferente ao longo do ano, esse fato também possui relação com o movimento de translação da Terra. A inclinação do eixo de rotação é responsável pelo movimento de precessão dos equinócios.

Por que a Terra gira em torno de si mesma?

Os demais planetas do sistema solar também fazem movimentos de rotação, assim como a Terra. A explicação para esse movimento é a de que não há nenhuma resistência ou força que seja capaz de parar o giro.

Os estudiosos acreditam que, depois do surgimento do universo, os corpos celestes se colidiram (e continuam a colidir) diversas vezes, de maneira que os elementos que os formam permanecem em movimentos giratórios incessantes.

A Terra está reduzindo sua velocidade de rotação?

Algumas teorias afirmam que a Terra está reduzindo a sua velocidade de rotação ao longo de bilhões de anos. A evidência utilizada para apoiar essas ideias é a de que o núcleo interno gira a uma velocidade muito mais rápida do que o planeta. O núcleo interno é sólido e se encontra submerso no núcleo externo (camada líquida). Logo, acredita-se que o núcleo interno preservou o ritmo de rotação das eras anteriores.

O que aconteceria se a Terra não girasse mais?

Se um dia a Terra simplesmente parasse de fazer o movimento de rotação, haveria um grande caos. Para começar, devido a Lei da Inércia, seria exercida sobre nós a força centrípeta pela “freada” do planeta, seríamos simplesmente jogados para fora. Também haveria uma grande alteração no clima do planeta, uma vez que uma parte seria iluminada de forma definitiva pelo sol e a outra permaneceria na escuridão.

O lado iluminado ficaria extremamente quente e o outro se tornaria frio. Seriam formadas tempestades e ocorreriam choques de massas de ar na zona em que dia e noite se encontrassem. Seria muito difícil que a vida na Terra permanecesse existindo.

É importante dizer que o movimento de rotação do planeta é fundamental, pois a quantidade de luz solar recebida é ideal para a manutenção da vida. Temperatura e exposição à radiação são balanceadas a níveis excelentes para tal.

Todos os planetas giram em sentido anti-horário?

A resposta para essa questão é não, Vênus e Urano são exemplos de planetas que giram em sentido horário.

Agora que você conhece o movimento de rotação da Terra já está preparado para responder as questões relacionadas no vestibular e do Enem! Para mais artigos informativos e dicas, acesse o Blog do Hexag!