O que é PIB e qual a sua importância?

Terça, 29 de Dezembro de 2020

O que é PIB e qual a sua importância?

Muitas pessoas têm dúvida quando o assunto é o que é PIB (Produto Interno Bruto), embora essa sigla esteja constantemente nos noticiários, nem todo mundo entende como ela impacta na prática a vida dos habitantes de um país ou região. A seguir vamos apresentar uma explicação a respeito do conceito de PIB e da sua relevância. Continue lendo para entender melhor!

O que é PIB?

A sigla PIB, como já mencionamos, refere-se a Produto Interno Bruto e tem como finalidade medir a atividade econômica de uma região, não precisa necessariamente se referir somente a um país. Para que fique mais claro, é possível falar sobre o PIB do Brasil e o PIB do Mercosul, por exemplo.

Quando é dito no telejornal que o PIB do Brasil cresceu, é sinal de que a economia brasileira está caminhando bem. Já quando a notícia é a de que o PIB brasileiro caiu, a indicação é de que a renda das empresas está menor e, em decorrência disso, haverá queda nos salários e menos vagas de emprego disponíveis.

Qual a importância do PIB?

A partir da análise desse indicativo, é possível determinar qual a taxa de crescimento econômico de um município, estado, país ou região. Inclusive, é possível estabelecer comparações entre regiões distintas para tentar entender quais estão crescendo mais ou menos.

Outro ponto relevante a respeito do PIB, é a possibilidade de entender quais são os setores que estão impulsionando a economia e quais demandam mais atenção. Permite fazer um tipo de raio-X da economia do local que está sendo avaliado.

O que é PIB per capita?

O PIB per capita é um cálculo que revela qual seria a parte do Produto Interno Bruto a que cada indivíduo teria direito caso houvesse uma distribuição de renda igualitária. Esse cálculo ajuda a ter uma ideia do padrão de vida local, no entanto, é fundamental ressaltar que não considera as discrepâncias na distribuição de renda. Afinal, sabemos que o PIB não é dividido igualitariamente.

Como é feito o cálculo do PIB?

O cálculo do PIB do Brasil é feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O trabalho do órgão consiste em coletar os dados, analisar as informações obtidas e, na sequência, divulgar os resultados para a imprensa. De forma mais simples, é possível dizer que o IBGE soma todos os bens e serviços produzidos internamente no país, em um determinado período, geralmente um ano.

É importante ressaltar que entram nesse cálculo todos os bens e serviços, o que vai desde o pãozinho da padaria da esquina até carros esportivos de luxo. Os valores dos produtos usados para fazer o cálculo do PIB são aqueles que chegam aos consumidores, ou seja, com os impostos embutidos.

Como funciona o PIB?

O fator mais relevante para o PIB é o consumo, afinal, quanto mais as pessoas estão seguras de que manterão seus empregos ou fontes de renda estáveis, mais elas ficam propensas a comprar. Quanto maior o consumo, mais dinheiro é injetado na economia.

Para que fique mais claro, daremos um exemplo: Maria está trabalhando há três anos na mesma empresa e têm perspectivas de crescimento profissional. A estabilidade da empresa faz com que ela fique confiante de que permanecerá empregada e, assim, quando vai ao mercadinho do Marcelo, próximo à sua casa, compra outros produtos além do básico arroz e feijão.

Marcelo tem outros clientes que, assim como Maria, estão em uma boa fase profissional e levam mais produtos além dos itens essenciais. Com o aumento do fluxo de vendas, o dono do mercadinho contrata mais dois funcionários: Carlos e Vanessa.

Agora empregados, Carlos e Vanessa também passam a comprar mais, seja em uma loja de roupas ou contratando uma babá para tomar conta dos filhos. Percebe como o aumento de consumo individual impacta na cadeia de consumo coletiva? Quanto maior o consumo, maior o PIB local.

Fatores que tornam as pessoas mais confiantes

A Maria do exemplo acima não fica mais confiante para consumir mais somente por ouvir do seu chefe que permanecerá empregada. Há uma série de outros fatores que corroboram para criar um ambiente econômico de tranquilidade e crescimento em um país, especialmente aqueles que fazem parte da esfera política, como decretos de governadores e Presidente da República.

Uma das medidas principais para estimular a confiança dos consumidores é reduzir a taxa Selic, taxa básica de juros do país que é utilizada como referência para uma grande diversidade de juros do dia a dia, como os de investimentos, bancários, de dívidas, entre outros.

Ainda na esfera política, é possível destacar os gastos públicos como um fator de estímulo à economia. Quando um governador dá início a uma obra que beneficia a população, indiretamente está criando novos postos de emprego e aumentando o volume de vendas de empreendimentos fornecedores de materiais para a obra. Empresas que exportam seus produtos também contribuem com o aumento do PIB, uma vez que usam capital estrangeiro dentro do Brasil.

PIB X PNB: qual é a diferença?

Ao longo do artigo explicamos com detalhes o que é PIB, no entanto, para que a explicação fique completa, é essencial falar também a respeito do PNB (Produto Nacional Bruto). O PNB é, basicamente, a soma do PIB com a RLEE (Renda Líquida Enviada ao Exterior), a diferença entre quanto foi enviado ao exterior e quanto se recebeu de origem externa. Em linhas gerais, temos:

PNB = PIB + RLEE

Países desenvolvidos costumam ter o PNB mais elevado do que o PIB, esse não é o caso do Brasil, uma vez que a sua RLEE é negativa, isso porque o número de bens enviados para o exterior é maior do que o recebido.

Agora você já conhece o conceito de PIB e sua importância! Para conferir outros conteúdos de geografia e diversos outros temas, fique ligado no Blog do Hexag!