O que é lockdown?

Grandes mudanças geram grandes transformações, inclusive no vocabulário. A pandemia do coronavírus, por exemplo, fez com que uma série de palavras e expressões se popularizassem entre os brasileiros. No post de hoje falaremos sobre uma delas em especial: lockdown. Siga a leitura para entender o que é lockdown, em que situações ele é decretado e como surgiu.

É válido mencionar que estar por dentro de temas da atualidade é muito importante para ter um bom desempenho no Enem e no vestibular. Afinal de contas, as provas costumam contar com questões sobre assuntos atuais, além de eles poderem aparecer como tema das redações.

Entenda o que é lockdown

A palavra lockdown vem do inglês e significa, em tradução literal, confinamento. Também passa a ideia de fechamento total, que é uma medida que vem sendo adotada em muitos lugares do mundo para conter o avanço do vírus. Não há apenas um significado, mas a ideia é basicamente essa, fechar empresas e pedir que as pessoas fiquem em suas casas.

Em se tratando de medidas para reduzir o contágio do coronavírus, o lockdown é considerada a mais radical que vem sendo adotada no mundo. Entretanto, é também, de acordo com as autoridades de saúde, a mais eficaz. Se for bem planejada, essa estratégia pode ter uma curta duração para alcançar os objetivos sem prejudicar a economia local.

Não há um conjunto padrão de regras para seguir ao realizar lockdown. As autoridades de cada região estão definindo suas próprias determinações, de acordo com as necessidades da população.

No Brasil, o que temos visto é o fechamento do comércio considerado não essencial e o funcionamento controlado de estabelecimentos que fornecem alimentos, remédios, atendimento médico e outros serviços essenciais.

Diferença entre quarentena, isolamento social e lockdown

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a diferença entre quarentena, isolamento social e lockdown. Então, antes de mais nada, é preciso deixar claro que são medidas distintas, acompanhe.

Quarentena

Embora a palavra quarentena represente, em seu sentido literal, um período de 40 dias, na prática pode variar em relação à duração. Trata-se de uma medida de saúde pública em que um indivíduo que tenha alguma doença contagiosa fica isolado para evitar o contágio de outras pessoas.

O tempo de duração de uma quarentena pode variar de acordo com o período de incubação da doença em questão. Em se tratando do coronavírus, o tempo costuma ser de 14 dias, mas é sempre importante seguir as recomendações médicas para cada caso.

Isolamento social

O isolamento social é uma medida que é sugerida para a população. A ideia é que se saia de casa apenas em caso de necessidade, como para trabalhar, comprar alimentos, remédios e outros itens essenciais.

Desde o início da pandemia, as autoridades de saúde têm pedido para que as pessoas fiquem em suas casas. Já foi comprovado que o distanciamento social é eficaz e traz bons resultados no sentido de conter a disseminação do vírus.

Lockdown

Como falamos anteriormente, o lockdown pode ter variações em relação às regras de acordo com cada cidade, estado ou país. É determinado por autoridades, como prefeitos, governadores ou presidentes.

Alguns tipos de regras que costumam ser praticadas no lockdown incluem:

  • Fechamento do comércio não essencial;
  • Fechamento do comércio essencial dentro de determinado período do dia, como das 20 às 5 da manhã, por exemplo;
  • Deslocamento de pessoas permitido apenas mediante comprovação de atividade essencial;
  • Barreiras sanitárias na entrada e saída das cidades, com passagem permitida apenas de pessoas que irão realizar atividades essenciais;
  • O descumprimento das medidas está sujeito a multas;
  • A duração do lockdown pode ser de uma, duas ou mais semanas, dependendo da necessidade.

O lockdown funciona?

Por se tratar de um assunto novo, o lockdown gera muitas dúvidas na população, que se divide entre os que são favoráveis e contra essa determinação. Desde que o vírus começou a circular, pesquisadores de todo o mundo se dedicam a descobrir informações sobre ele. Uma dessas descobertas diz respeito às medidas eficazes para contê-lo.

Hoje, já se sabe que o uso de máscaras, a higienização frequente das mãos e o distanciamento social são realmente efetivos. Um artigo publicado pela respeitada revista científica Nature mostrou que mais de 140 milhões de pessoas deixaram de ser infectadas em regiões dos Estados Unidos, Europa e Ásia por conta dessas medidas.

Evidentemente, devemos levar em conta a questão econômica, afinal, milhares de pessoas dependem de seus trabalhos para sobreviver. Dessa maneira, um fechamento total causa, sim, um grande baque na vida de uma parcela significativa da população brasileira. Cabe aos governantes buscarem formas de aplicar as medidas cabíveis para conter o vírus, considerando as necessidades dos habitantes de cada região.

Quer conferir mais conteúdos de temas atuais que podem aparecer em questões ou na redação do Enem e do vestibular? Navegue pelos posts do blog do Hexag e confira!

Retornar ao blog