O que é Hipotermia

Recebe o nome de hipotermia o estado em que a temperatura corporal está abaixo de 35°C. No artigo a seguir explicaremos no que consiste esse quadro, quais são suas possíveis causas e como tratá-lo. Boa leitura!

Afinal, o que é hipotermia?

A hipotermia se caracteriza por um quadro clínico em que a temperatura corporal do paciente está abaixo de 35°C. Isso acontece quando o corpo perde mais calor do que é capaz de gerar, normalmente é consequência de estar por um período prolongado em um ambiente muito frio.

A redução da temperatura do corpo acontece em três etapas: 

1ª etapa

A temperatura do indivíduo cai entre 1 e 2°C, podendo levar o indivíduo a apresentar tremores e dormência leve em mãos e pés. 

2ª etapa

A temperatura, nesse caso, cai entre 2° e 4°C, com isso, as extremidades começam a ficar azuladas.

3ª etapa

A temperatura cai ainda mais e isso pode levar a perda de sentidos, além de dificuldade para respirar. 

Principais sintomas da hipotermia

Confira a seguir os principais sintomas de cada um dos estágios da hipotermia. 

Hipotermia leve (33 a 35°C)

O paciente sente arrepios e leve dormência nas mãos ou nos pés. Outros sintomas que podem se manifestar são tremores, pés e mãos frios, perda da destreza, dormência em braços e pernas e cansaço. 

Hipotermia moderada (30 a 33°C)

A consequência é que as extremidades do corpo começam a se tornar azuladas. Também surgem sintomas como tremores incontroláveis e violentos, respiração fraca e acelerada, discurso lento, pulso fraco e dificuldade para controlar os movimentos. 

Hipotermia grave ou severa (menos de 30°C)

Quando o caso é grave, o indivíduo pode perder o controle de braços e pernas, ficar sem sentidos, pulso irregular ou inexistente, pupilas dilatadas e respiração superficial podendo parar. 

Quando os primeiros sintomas de hipotermia aparecem, é fundamental tentar aumentar a temperatura corporal, se agasalhando ou indo para um lugar aquecido. O objetivo é evitar a queda acentuada de temperatura do corpo para que ela não cause efeitos graves.

A hipotermia moderada pode gerar desatenção e perda de memória ou sonolência. Esse quadro pode facilmente evoluir para o de hipotermia grave. 

Nos bebês, os principais sintomas de hipotermia são a pele fria, pouca reação, recusa por alimentos e ficar muito tempo quieto. Se esses sintomas forem percebidos, é importante ir ao pediatra para que o tratamento possa ser iniciado imediatamente. 

Quais são as principais causas da hipotermia?

A causa mais recorrente de um quadro de hipotermia é permanecer muito tempo em um ambiente muito frio ou dentro da água gelada. No entanto, é essencial esclarecer que qualquer tipo de exposição prolongada ao frio pode levar a um quadro de hipotermia. Outras possíveis causas de hipotermia são: 

  • Doenças cardíacas;
  • Quadro de desnutrição;
  • Consumo de bebidas alcóolicas em excesso;
  • Baixa atividade da tireóide; 
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Alguns grupos têm mais facilidade de aprender o quadro de perda de temperatura corporal, como idosos, crianças, indivíduos que fazem uso de álcool ou drogas em excesso, assim como pessoas com problemas mentais (pode impedir a avaliação correta das necessidades do corpo). 

A hipotermia pode ser revertida em boa parte dos casos sem causar danos graves ao corpo, porém, é determinante que o tratamento seja iniciado imediatamente e que a pessoa seja retirada do local com baixa temperatura. Estar com perda de temperatura corporal e não receber aquecimento pode agravar a situação e colocar a vida do indivíduo em risco. 

Como é o tratamento da hipotermia? 

O mais importante é que o tratamento para hipotermia seja iniciado imediatamente para evitar que acarrete problemas como ataque cardíaco, AVC ou ainda a parada dos órgãos, levando a óbito. 

Em uma situação como essa, é fundamental chamar uma ambulância e aquecer o paciente. Leve-o para um local mais aquecido, troque as roupas molhadas ou frias por peças quentes ou use cobertores e bolsas de água quente sobre as peças. 

Os casos mais graves de hipotermia demandam que o tratamento seja feito no hospital com a orientação médica. Também devem ser empregadas técnicas específicas, como realizar a retirada de parte do sangue do paciente para aquecê-lo e assim poder retorná-lo ao corpo. Pode ser feita administração de soro aquecido diretamente na veia. 

Como a hipotermia pode ser evitada?

A forma mais eficiente de se evitar o desenvolvimento de um quadro de hipotermia é se agasalhando corretamente e não se expondo a ambientes frios, nem mesmo dentro de água

Se as suas roupas estiverem molhadas por algum motivo, procure trocá-las por peças secas. O ideal é manter a sua pele o mais seca possível. Esses cuidados são especialmente relevantes para bebês que apresentam maior risco de desenvolver quadros de hipotermia. Todo cuidado é pouco com bebês. 

Agora você sabe o que é hipotermia, seus principais sintomas e como tratar. Para conferir mais conteúdos como este, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog