O que é gamificação? E como aplicá-lo aos estudos?

Você já se perguntou o que é gamificação e como esse processo pode ajudar a impulsionar os seus estudos? Se sim, saiba que está no lugar certo, pois vamos explicar como funciona a proposta de aplicação de recursos de jogos em outros contextos, como o da educação, por exemplo.

Afinal, o que é gamificação?

O termo gamificação vem do inglês gamification e se refere ao uso de elementos de jogos em outros contextos com o objetivo de conquistar o engajamento dos envolvidos para alcançar um objetivo. Para quem está buscando mecanismos para organizar os seus estudos de maneira mais prática e eficiente, a gamificação pode ser uma excelente alternativa.

Esse processo não precisa utilizar um jogo pronto, embora seja essa uma possibilidade. Também não é necessário que seja um processo realizado em grupos, estudantes podem desenvolver estratégias de gamificação em que vencem desafios sozinhos. O mais importante é que a dinâmica adotada considere desafios ou missões a serem vencidos, esse é o combustível que impulsiona o estudante a ir além.

A forma mais simples de compreender a aplicação do conceito de gamificação nos estudos é ter em mente que todo conhecimento adquirido serve para alcançar um bem maior. Ao cumprir missões/desafios e perceber que está mais próximo do objetivo final, que pode ser concluir um capítulo ou responder a um número X de questões corretamente, o indivíduo tende a se sentir mais motivado.

Gamificação: como aplicar nos estudos?

Agora que você já sabe o que é o conceito de gamificação, deve estar se perguntando como aplicar de forma prática à sua rotina de estudos. A seguir listamos algumas dicas que vão te ajudar a incluir elementos de jogos em seus estudos, alcançando, assim, melhores resultados.

1. Trabalhe com objetivos

Uma das formas mais simples de aplicar a gamificação nos seus estudos é trabalhar com objetivos. Jogos desafiam o jogador a cumprir uma série de etapas para chegar ao prêmio. Transpondo esse conceito para a rotina de estudos, a dica é estabelecer objetivos específicos a serem alcançados em cada uma das disciplinas.

Por exemplo, o estudo de um conteúdo complexo de matemática pode se tornar mais instigante se o estudante resolver equações mais difíceis de forma gradativa até chegar à resolução daquelas questões vistas como as mais complexas. Para que esse esforço possa ser mais facilmente identificado, é interessante ter uma tabela em que é marcado o grau de dificuldade das questões e o tempo dedicado a elas.

2. Uso da ludicidade

Outro recurso dos jogos que pode ser utilizado para impulsionar os seus estudos é a ludicidade. Muitos jogos contam histórias que são fundamentais para que o jogador possa alcançar o objetivo final. Essa estratégia pode ser utilizada para compreender conceitos e temas mais complexos.

Essa ferramenta pode ser facilmente aplicada ao estudo de história, uma forma de tornar mais simples a compreensão de fatos históricos é compreender que eles são resultantes da soma de pequenos acontecimentos, como acontece no enredo dos jogos. Criar uma história lúdica para resumir os conteúdos que estão sendo estudados, vai tornar o seu tempo de dedicação mais divertido e eficiente.

3. Jogos educacionais

Como citamos, o uso de jogos já existentes pode ser interessante para o processo de aprendizagem. Hoje em dia, há diversos jogos educativos que visam à imersão dos estudantes em algum conteúdo ou fazer um teste dos seus conhecimentos.

Tire um tempo da sua semana de estudos para interagir com esses games, colocando à prova o que foi estudado. Pode ser uma estratégia especialmente interessante no tocante ao estudo de idiomas. Jogos de tabuleiro que se baseiem em raciocínio lógico e demandem aplicação de conhecimentos, como fazer contas, por exemplo, também são bem-vindos.

4. Competição saudável com os colegas

Uma das bases dos jogos é estabelecer a competição entre os participantes. Uma forma de aplicar a gamificação na rotina de estudos é desenvolver dinâmicas de competição saudável com seus colegas. Dá para fazer isso realizando simulados na internet e ver quem tira a nota mais alta. É interessante até criar um ranking para ser atualizado ao longo do ano para acompanhar o desenvolvimento dos estudantes.

Os estudantes também podem organizar grupos de estudos em que façam competições entre si, selecionando questões para os outros responderem. O simples fato de estar trocando experiências com os colegas com o objetivo de melhorar seu conhecimento já contribui para o seu melhor desenvolvimento.

5. Desenvolvimento de estratégias

Quem gosta de jogos sabe que é essencial ter uma estratégia para vencer os oponentes e chegar à vitória. Sendo assim, se você pretende aplicar a gamificação à sua metodologia de estudos, deve observar qual é a melhor estratégia para você conquistar os seus objetivos. O desenvolvimento de mecanismos e ferramentas que contribuam para o seu sucesso é crucial para a aplicação eficiente da gamificação em sua rotina de estudos.

A gamificação consiste na aplicação de dinâmicas de jogos a outro contexto, nesse caso, o de estudos! Para conferir mais conteúdos informativos e dicas para o Enem e o vestibular, fique ligado no blog do Hexag!

 

Retornar ao blog