O que é epistemologia?

 A Epistemologia é uma área da Filosofia focada no estudo do conhecimento. Por esse motivo, é também chamada de Teoria do Conhecimento. Essa área empreende a investigação a respeito da formação do conhecimento, busca diferenciar o senso comum da ciência. O saber científico é validado, assim como outros tópicos relevantes. Continue lendo para entender melhor. 

Entenda o que é epistemologia

Assim como a ética tem como seu foco a investigação de questões morais, a epistemologia está centrada no saber. A palavra é constituída pelas partículas “Epistem” (que vem do grego e significa “conhecimento”) e “Logia” (cujo significado é estudo). Logo, a epistemologia é o estudo do conhecimento, observa quais são as fontes desse conhecimento e de que forma ele é obtido. 

A epistemologia, entre outros pontos, procura compreender a origem do conhecimento, isto é, como sabemos aquilo que sabemos. O estudo da natureza do conhecimento é um dos papéis mais essenciais da epistemologia. Trata-se da compreensão do que são os conhecimentos gerados por tal ciência. A Epistemologia da História, por exemplo, determina o que é o conhecimento histórico e como pode ser adquirido. 

Principais questões epistemológicas 

Como já citamos, a epistemologia é uma área da Filosofia. O cerne da Filosofia é partir de questões. Dessa forma, podemos sistematizar as principais perguntas feitas pela epistemologia:

  • O que é a ciência?
  • O que é o conhecimento científico?
  • O conhecimento científico é verdadeiro?

Em suma, a epistemologia determina que uma área do saber somente pode ser entendida como ciência se utilizar um método científico devidamente definido. O conhecimento científico nada mais é do que um conjunto de saberes justificados e testados em circunstâncias, tempo e lugar variados.

Para que o conhecimento seja confirmado, os testes devem ter sempre os mesmos resultados, independentemente das condições empregadas. No entanto, é essencial a compreensão de que a verdade pode ser construída racionalmente em cada período da história. Então, algo que é estabelecido como verdadeiro em uma época pode ser desacreditado posteriormente. 

Qual é a origem da epistemologia? 

A origem da epistemologia remonta aos filósofos pré-socráticos. O tema se tornou pauta de várias discussões no período clássico. Nomes como Sócrates, Aristóteles e Platão debateram consideravelmente essa questão. Cada um dos filósofos desenvolveu um método próprio para explicar as suas ideias, abstendo-se do uso de mitos para a formulação de conclusões racionais. 

No entanto, a epistemologia somente adquiriu relevância na Idade Moderna em decorrência do crescimento de ideias humanistas, renascentistas e iluministas. Havia o desejo, por parte dos estudiosos, de separar a ciência do senso comum. 

Por exemplo, quando uma pessoa diz “hoje vai chover porque meu joelho está doendo”, está se embasando no senso comum. Não há nenhum argumento científico que justifique a afirmação. 

No entanto, se outra pessoa diz “vai chover, o padrão das nuvens e o vento demonstram isso” é mais fácil de acreditar. Existem critérios científicos e racionais que fortalecem a afirmação. 

Jean Piaget e a epistemologia

O nome do psicólogo e biólogo suíço Jean Piaget (1896-1980) ganhou notoriedade devido à elaboração de uma teoria do conhecimento. Essa teoria foi apresentada na obra  “A Epistemologia Genética”, de 1950. Em linhas gerais, Piaget afirma que o ser humano passa por quatro fases em que adquire conhecimento. Confira abaixo quais são essas fases. 

Fase Sensório-motor

Essa fase acontece entre os 0 e 2 anos de idade. Nesse momento, o conhecimento é obtido por meio de estímulos exteriores e interiores. 

Fase Pré-operatório

Essa fase acontece entre os 2 e 7 anos de idade, é aquela em que a criança começa a falar. O conhecimento é obtido por meio de jogos que possuem regras simples. Esses jogos geram interação com outras crianças e têm o foco no pensamento mágico e lúdico que estão presentes em contos de fada. 

Fase Operatório concreto

A fase que ocorre entre 7 e 11 anos de idade. Nesse período, se torna possível resolver os seus problemas internamente. O indivíduo adquire a escrita e os cálculos relacionados a símbolos concretos como maçãs, por exemplo. 

Operatório formal ou abstrato

Fase que acontece entre os 11 e 14 anos de idade. Nessa etapa, conceitos abstratos, como o amor, a sociedade, a cidadania e o Estado, são apreendidos. 

De acordo com Piaget, esses estágios não são conquistados de forma linear. Cada criança tem seu ritmo próprio para aprender. Inclusive, ele ressalta que nem todo mundo consegue chegar à última fase.

Adquirir conhecimento significa se descentralizar de si mesmo. Crianças desejam ter tudo para si, na sua direção. Quando crescem, os indivíduos consideram o seu entorno. 

Assimilação e acomodação

Piaget destacava que mais importante do que a superação de uma fase era observar como a criança transpunha cada etapa. O psicólogo e biólogo caracteriza esse fenômeno através de dois termos: assimilação e acomodação. Conheça ambos os conceitos abaixo. 

Assimilação

Acontece quando a criança realiza “testes” ao receber um novo brinquedo para entender como funciona. 

Acomodação

Com o conhecimento adquirido, a criança busca uma aplicação para a habilidade e a transfere para outras áreas. 

Agora você conhece o conceito de epistemologia. Para conferir mais conteúdos como este, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog