O que é ditongo, tritongo e hiato?

Quarta, 13 de Janeiro de 2021

O que é ditongo, tritongo e hiato?

Se você realizou uma busca sobre o que é ditongo, tritongo e hiato e chegou até aqui, saiba que veio ao lugar certo. Ao longo do texto iremos explicar cada um desses tipos de encontros vocálicos e as diferenças existentes entre eles, com exemplos para fixar o conhecimento. Continue acompanhando e tire todas as suas dúvidas a respeito desse conteúdo.

Entenda o que é ditongo, tritongo e hiato

Como mencionado, ditongo, tritongo e hiato são classificações dadas aos encontros vocálicos, que são aqueles que ocorrem quando vogais ou semivogais se encontram dentro de uma palavra. Lembrando que, para ser considerado encontro vocálico, não pode haver uma consoante entre as vogais.

Antes de partirmos para a definição de ditongo, tritongo e hiato, é preciso explicar o que determina uma semivogal.

O que são semivogais?

As semivogais são as vogais que desempenham menos força na palavra, pronunciadas com menos intensidade. Na maioria dos casos, são as vogais “i” e “u” que desempenham esse papel.

Observe os seguintes exemplos:

  • Ouro
  • Caixa
  • Lei
  • Papai
  • Biscoito

Para se certificar de que se trata de uma semivogal, considere o som de cada letra que estiver presente no encontro vocálico. Leia cada um dos exemplos citados anteriormente e veja que as semivogais grifadas possuem um som mais fraco em comparação com as que estão ao seu lado.

Ditongo

O ditongo ocorre quando uma vogal e uma semivogal se encontram em uma mesma sílaba.  

Exemplos:

  • Automobilístico - au - to - mo - bi - lís - ti - co
  • Gratuito - gra - tui - to
  • Mamadeira - ma - ma - dei - ra
  • Respeitar - res - pei - tar
  • Tranquilidade - Tran - qui - li - da - de

Importante: perceba na separação de sílabas que a vogal e a semivogal permanecem juntas. Além disso, ao pronunciar cada uma das palavras é possível identificar claramente quais são as vogais com maior entonação e as ditas de forma mais sutil. Na palavra automobilístico, o “a” é pronunciado com mais força e o “u” com menos intensidade.

O ditongo pode receber dois tipos de classificação, o primeiro considera a posição da vogal e da semivogal.

Ditongos crescentes

Neste caso, a semivogal aparece primeiro e, em seguida, vem a vogal.

Exemplos:

  • Linguiça - lin - gui - ça
  • Frequente - fre - quen - te
  • Quadrado - qua - dra - do

Perceba que, nos encontros vocálicos grifados, a segunda vogal é aquela pronunciada com maior ênfase.

Ditongos decrescentes

Aqui, ocorre o contrário do caso anterior, a vogal aparece primeiro e depois vem a semivogal.

Exemplos:

  • Leite - lei - te
  • Louro - lou - ro
  • Paula - Pau - la

Nesses casos, a primeira vogal é claramente aquela que é pronunciada com a entonação mais forte.

O segundo tipo de classificação do ditongo considera a pronúncia, acompanhe.

Ditongos orais

A pronúncia dos ditongos orais é feita através da boca, produzindo sons mais abertos. Isso inclui as sílabas: ai, ao, au, ea, ei, éi, eo, eu, éu, ia, ie, io, iu, oa, oe, oi, ói, ou, ua, ue, ui, uo.

Exemplos: cheiro, couro, nua.

Ditongos nasais

Já os ditongos nasais são pronunciados através da boca e do nariz, produzindo sons anasalados e fechados. Isso inclui as sílabas: ãe, ãi, am, an, ão, em, en, õe, ui (nesse último caso, vale apenas para a palavra muito).

Exemplos: corrimão, cãibra, quando.

Tritongo

Tritongo é o encontro de três sílabas que precisam estar posicionadas da seguinte maneira: semivogal, vogal e semivogal.

Exemplos:

  • Enxaguei - en - xa - guei
  • Paraguai - Pa - ra - guai
  • Quais - quais
  • Iguais - i - guais
  • Quaisquer - quais - quer

Veja que a vogal posicionada ao meio é aquela que possui o som mais forte.

Os tritongos podem ser classificados em oral ou nasal. Assim como no caso da classificação dos ditongos, a diferença se dá na pronúncia.

Tritongos orais

Os sons são pronunciados pela boca.

Exemplos: queijo, Paraguai, iguais.

Tritongos nasais

Os sons são anasalados, saindo pela boca e nariz. Em muitos casos, as consoantes “m” e “n” acompanham os tritongos.

Exemplos: quão, saguões, enxáguem (nesse caso a consoante “m” tem o som de i - uem = uẽi).

Hiato

O hiato é o encontro de duas vogais em sílabas distintas. Lembrando que não podem ser semivogais, ambas precisam ser vogais.

Exemplos:

  • Águia - á - gui - a
  • Hiato - hi - a - to
  • Quieto - qui - e - to
  • Tia - ti - a
  • Zoológico - zo - o - ló - gi - co

E então, tirou todas as suas dúvidas a respeito do que é ditongo, tritongo e hiato? Essa é uma importante regra da língua portuguesa que precisa ser bem compreendida!

Para conferir mais conteúdos e dicas úteis para se preparar para o Enem e o vestibular, fique ligado no Blog do Hexag!