O que é celulose?

A celulose é um componente presente nos tecidos vegetais que é responsável pela firmeza das plantas. No artigo a seguir explicaremos com mais detalhes o conceito e as suas funções. Vamos começar?  

Entenda o que é celulose

A celulose foi descoberta em 1838 pelo químico francês Anselme Payen a partir de matéria vegetal. A fórmula química da celulose é C6H10O5)n. Componente básico dos tecidos vegetais, é um polímero de cadeia linear.

Esse elemento é responsável por constituir entre 40% e 50% da parede celular e encontrado na forma de microfibrilas. A celulose é um polissacarídeo formado por monômeros de glicose, entre 15 e 15.000. Esses monômeros estão unidos por ligações glicosídicas. 

A celulose é um polímero de glicose que faz ligações de hidrogênio entre os grupos hidroxilas. Trata-se da molécula orgânica existente em maior número no planeta. Está presente em até 50% da composição da madeira.

O ser humano não possui a capacidade de digestão da celulose. Apenas algumas espécies de bactérias, fungos e animais ruminantes conseguem realizar essa digestão. 

A celulose é sintetizada na membrana plasmática das células vegetais, nos complexos proteicos que possuem a presença da enzima celulose-sintase. É um dos materiais mais abundantes em nosso dia a dia.

Além disso, é empregada como matéria-prima para o fabrico de enchimento de comprimidos, espessantes, papel higiênico, fraldas descartáveis, adesivos e até em alguns alimentos industrializados como hambúrgueres. 

Conheça as funções da celulose

A principal função da celulose é tornar a parede celular das células vegetais rígida. Inclusive, é o principal componente dessas células, o que torna as plantas mais resistentes. Devido à grande presença de celulose, as plantas conseguem sobreviver mais facilmente aos habitats em questão inseridas. 

A indústria também utiliza a celulose como matéria-prima abundante, especialmente para o fabrico de fibras e papéis. A celulose pode ser submetida a algumas transformações, sendo então aplicada na confecção de plásticos. 

Extração de celulose

A extração de celulose é feita mais amplamente em duas espécies vegetais: o eucalipto e o pinheiro (Pinus). Essas espécies são preferidas pela qualidade das fibras da sua madeira. Objetivando manter a exploração dessas madeiras sustentável, há várias florestas cultivadas apenas para esse fim. 

Como o papel é produzido?

O papel com certeza é o item mais rapidamente associado à celulose. Dessa forma, é interessante conhecer o seu processo de produção. A seguir, explicaremos os passos mais importantes para a produção desse item. 

1. Extração e corte da madeira

O processo de fabrico de papel começa com a extração da madeira. Os troncos de madeira constituem a matéria-prima principal para a produção. As madeiras são cortadas nas fábricas e depois submetidas a um equipamento descascador e picador. No fim desse processo, saem na forma de cavacos. 

2. Produção da polpa

Os cavacos produzidos na etapa anterior são enviados para um equipamento chamado de digestor. Nesse aparelho, eles são cozidos em um líquido composto por água e agentes químicos, que geram a produção de uma polpa. Essa polpa é posteriormente submetida a um processo de lavagem em tanques e centrífugas com a função de remover as impurezas. 

3. Branqueamento

A polpa passa então pelo processo de branqueamento que consiste em descansar em um tanque. A função dessa etapa é que a celulose fique mais pura. As partes da madeira que não serão utilizadas no processo passam por uma queima em caldeiras para produzir energia elétrica. 

4. Corte

A polpa da celulose ainda possui alto teor aquoso nessa etapa. Para resolver essa questão, é submetida a uma máquina chamada de mesa plana. Nesse equipamento, a polpa é colocada em uma longa e contínua folha lisa sobre uma esteira rolante. 

5. Secagem e prensagem

Nessa fase, a folha passa por rolos responsáveis pela prensagem e secagem, utilizando ar quente. O excesso de água é extraído e o papel é compactado. 

6. Produção de fardos

Depois de todas essas etapas, a celulose é embalada e submetida à cortadeira. Essa máquina reduz as folhas em pedaços menores. As folhas menores são alocadas em fardos que são importantes para a produção de variados tipos de papel. 

Celulose: o mercado do papel no Brasil

No Brasil, o setor de produção de papel e celulose é essencial para a economia. Em 2017, nosso país se tornou o segundo maior produtor de polpa de celulose do mundo. A produção ultrapassou 18,8 milhões de toneladas. Além disso, o Brasil ocupa a primeira posição do ranking de maiores produtores de polpa branqueada de eucalipto do mundo.

A produção brasileira desse produto chegou a 16,2 milhões de toneladas, o que representa mais de 86% da produção nacional. Nosso país tem grande potencial nesse setor, pois quase 70% da produção nacional é exportada. O consumo interno está em pleno crescimento nos últimos anos. 

Gostou de saber mais sobre a celulose? Para conferir mais conteúdos como este, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog