O que é algarismo, número e numeral?

Você sabe o que é algarismo, número e numeral? Sabe diferenciar os três? Esse entendimento é bastante importante para quem está se preparando para o vestibular e também para a vida de maneira geral. Então, vamos nos aprofundar nesses conceitos?

O que é algarismo, número e numeral?

Basicamente, número diz respeito à quantidade, numeral consiste na sua representação gráfica (por meio de palavra ou símbolo) e algarismo é um símbolo de numeração decimal. Sendo assim, o número vinte e um é representado pelo numeral 21 e formado pelos algarismos 2 e 1.

Para entender as diferenças desses três conceitos é importante estar atento aos significados das palavras de acordo com a Língua Portuguesa. A seguir explicaremos com mais detalhes cada um dos conceitos.

O que é um número?

A palavra número está associada à ideia de quantidade, pensamos em números toda vez que contamos ou medidas algo. Por exemplo, quando alguém diz que faltam 40 dias para seu aniversário, está pensando em um número.

Da mesma forma que um vendedor que observa estar na posição 5 do ranking de melhores vendedores. Qual a sua altura? Ao responder essa questão você está pensando em um número.

Para que fique mais claro, basta compreender que números não são classificados gramaticalmente e nem como símbolos, apenas como a própria noção de unidades. Desse modo, o número trinta e um pode ser sua idade, o número de fotos armazenadas no seu celular ou as páginas de um e-book.

Ao pensar a respeito de uma classificação gramatical para o número trinta e um você está pensando no que entendemos como numeral.

O que é um numeral?

O conceito de numeral se refere à classe gramatical que nos dá a representação de um número, de uma quantidade. A representação em questão pode ser oral ou escrita. De acordo com a sua função, os numerais podem ser divididos em cinco tipos:

Cardinais

Os numerais cardinais consistem na forma mais básica de representação que conhecemos, são usados para a indicação de quantidades simples. Numerais cardinais podem ser flexionados em gênero (feminino e masculino) e em número (singular e plural).

São exemplos de numerais cardinais: dois, duas, vinte, seiscentas, mil, bilhões. Em uma frase fica da seguinte forma: “Temos cinquenta e quatro funcionários na empresa, dos quais trinta e duas são mulheres.”.

Ordinais

Numerais ordinais são responsáveis pela representação de alguma forma de ordem, sequência ou hierarquia. Podem ser flexionados em gênero e número. Como exemplos podemos mencionar: primeiro, terceiras, quinquagésima sétima. Em uma frase fica da seguinte forma: “Bem-vindos à septuagésima quinta edição dos Jogos Escolares!”.

Multiplicativos

Como o nome sugere, esses numerais são responsáveis por indicar multiplicação de unidades, sendo geralmente inflexíveis em gênero ou número. Podemos citar como exemplos: dobro/duplo, triplo, quíntuplo.

Em uma frase fica da seguinte maneira: “Essa pizza tem recheio duplo na borda.”. A flexão dos numerais multiplicativos se dá quando são usados em função de adjetivos como no exemplo abaixo:

“A lanchonete oferecia bebidas em doses duplas para quem chegasse até às 22 horas.”

No exemplo acima, o numeral é usado para dar uma qualidade às doses, ou seja, elas são duplas.

Coletivos

Numerais coletivos são empregados para expressar conjuntos de unidades. São flexionados em número, mas jamais em gênero. Geralmente, estão acompanhados de numerais cardinais, indicando quantidade.

Confira os exemplos a seguir: dezenas (conjuntos de dez unidades); centenas (conjuntos de cem unidades); dúzias (conjuntos de doze unidades); séculos (conjuntos de cem anos) e milênios (conjuntos de mil anos).

Em uma frase fica da seguinte forma:

“Minha amiga me pediu que comprasse duas dúzias de meias na loja.”

“Há um século, ninguém imaginaria que poderíamos nos comunicar em tempo real à distância.”

Fracionários

Fracionários são usados para representar partes de um todo e da mesma forma que os coletivos são utilizados precedidos por numerais cardinais, sendo flexionados de acordo com eles. Alguns exemplos são: três quartos, três oitavos, quatro vinte avos. Em uma frase fica da seguinte forma: “Para fazer essa receita você precisará de três quartos de xícara de açúcar.”.

O que é um algarismo?

Algarismo nada mais é do que um símbolo numérico utilizado para a representação de numerais de forma escrita. Pode ser chamado também de dígito. Há vários tipos de algarismos, mas aqui iremos apresentar apenas os dois mais usados na língua portuguesa.

Algarismos indo-arábicos

Algarismos indo-arábicos estão amplamente presentes em nosso dia a dia. Podemos observá-los em placas de veículos e até em teclados de computadores. Esse sistema de numeração compreende os algarismos a seguir: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Qualquer numeral pode ser representado por esses algarismos, tudo depende do posicionamento dos mesmos. A seguir você pode conferir exemplos:

O numeral 16 é representado pelos algarismos 1 e 6 juntos, ou seja, 16.

Em uma centena, o algarismo que representa a quantidade é 100.

Algarismos romanos

Os algarismos romanos fazem parte do conteúdo estudado no ensino básico. A representação dos numerais é feita através do uso de sete letras do alfabeto latino: I, V, X, L, C, D e M. Essas letras são equivalentes aos seguintes algarismos indo-arábicos, respectivamente: 1, 5, 10, 50, 100, 500 e 1000.

A formação dos numerais se dá através do posicionamento dos algarismos considerando três regras principais.

1 – Algarismos iguais ou de menor valor à direita são somados ao algarismo que possui maior valor.

2 – Os algarismos de menor valor à direita são subtraídos do algarismo que possui maior valor.

3 – A representação de um algarismo multiplicado por 1000 é feita usando um travessão sobre a letra.

Confira os exemplos:

  • A representação do numeral 340 em algarismos romanos fica da seguinte forma: CCXL.
  • O Papa João Paulo II possui o segundo em seu nome por ter sido o segundo papa a ter atribuído a si o nome de João Paulo.
  • Estamos atualmente no século XXI.

É importante mencionar que os algarismos romanos devem ser lidos como numerais ordinais de um a dez e a partir do onze como cardinais. Por isso que o século XXI se lê como vinte e um e o nome do Papa é João Paulo segundo.

Número se refere a quantidade, numeral indica sua representação gráfica e algarismo é o símbolo de numeral decimal. Se gostou do conteúdo, navegue pelo blog do Hexag para conferir outros textos informativos como este!

Retornar ao blog