O que é advérbio e qual sua importância?

A gramática divide as palavras em grupos a partir de suas funções. Esses grupos recebem o nome de Classes Gramaticais. Na Língua Portuguesa, existem dez desses grupos de palavras, sendo um deles o advérbio. Resumidamente, esse grupo reúne as palavras que alteram o verbo, adicionando uma circunstância a ele. Continue lendo para entender melhor.

O que é advérbio?

Advérbio é uma das dez classes gramaticais da Língua Portuguesa. Como citamos acima, os advérbios modificam o verbo, acrescentando a ele uma circunstância. Os advérbios podem se relacionar a adjetivos e a outros advérbios.

Qual é a importância dos advérbios?

O modo como os advérbios funcionam para os verbos é bastante semelhante à forma como os adjetivos funcionam para os substantivos. Resumidamente, isso significa que o advérbio adiciona mais detalhes ao verbo a que se relaciona. Eles devem ser bem utilizados, uma vez que têm potencial para enriquecer as orações e enfatizar ou detalhar uma mensagem que queremos passar pelo texto.

A importância dos advérbios está no fato de que esse grupo gramatical amplia a riqueza dos detalhes e demonstra maior domínio da língua por parte do autor. Os argumentos podem ser trabalhados de forma mais enfática e persuasiva.

Como identificar um advérbio?

Uma palavra isolada de contexto pode pertencer a mais de uma classe gramatical. Então, para identificar elementos gramaticais é fundamental conhecer o contexto da oração. Uma dica importante é lembrar-se de que um advérbio jamais estará ligado a um substantivo.

Isso é importante para entender que não basta decorar uma lista de palavras. O contexto é fundamental. Podemos explicar isso melhor através do exemplo de uma palavra bastante usada em nosso dia a dia “muito/muita”.

“Eu tenho o costume de correr muito”.

“Eu tenho muita preguiça de correr”.

A palavra “muito”, na primeira frase, é um advérbio de intensidade, uma vez que está ligada ao verbo “correr”. No entanto, na segunda frase, a palavra “muita” nada mais é do que um pronome, uma vez que está ligada ao substantivo “preguiça”.

Dica importante!

Para se tornar mais fácil identificar os advérbios, é importante lembrar-se de que eles não variam em número. Em outras palavras, o advérbio é sempre singular e jamais plural. Então, quando estiver em dúvida passe a frase toda para o plural.

Caso a palavra em questão seja um advérbio, não poderá ser passada para o plural. No entanto, se for possível fazer a flexão de número, significa que essa palavra tem outra função e não é um advérbio.

Tipos de advérbios

Os advérbios são subdivididos em grupos de acordo com a função exercida sobre a palavra a que estão relacionados. Conheça a seguir esses grupos.

Advérbio de Lugar

Palavras utilizadas para a demarcação de lugares no espaço.

Exemplos: ali, aí, lá, adiante, abaixo, aqui, cá, acima, adentro, além, atrás, detrás, dentro, fora, defronte, perto, longe.

Advérbio de Tempo

Palavras utilizadas com a finalidade de demarcar o tempo de maneira geral.

Exemplos: agora, hoje, amanhã, ontem, anteontem, depois, ainda, breve, jamais, outrora, cedo, tarde, nunca, já, então.

Advérbio de Modo

Nesse grupo as palavras são usadas para definir o modo da ação, isto é, como ela aconteceu.

Exemplos: assim, depressa, devagar, melhor, pior, bem, mal, levemente, fielmente, e de forma geral, diversas palavras terminadas com o sufixo adverbial “-mente”.

Advérbio de Intensidade

Palavras que agregam intensidade a ação.

Exemplos: bastante, menos, pouco, tanto, quão, bem, mais, demais, quanto, muito, quase.

Advérbio de Afirmação

Palavras que são utilizadas para afirmar.

Exemplos: sim, certamente, obviamente, efetivamente, realmente, positivamente.

Advérbio de Negação

Palavras utilizadas para transmitir a ideia de negação.

Exemplos: não, nunca, tampouco, nem e jamais.

Advérbio de Dúvida

Aquelas palavras que expressam ideia de incerteza.

Exemplos: talvez, acaso, quiçá, porventura, casualmente, provavelmente, aparentemente, supostamente.

Como os advérbios são utilizados?

A classe gramatical dos advérbios apresenta somente três possibilidades de uso na Língua Portuguesa, sendo:

Adição de informação a um verbo

Exemplo: “Tenho o hábito de ler bastante”.

Usado juntamente a outro advérbio

Exemplo: “Ele foi muito bem no campeonato”.

Usado para modificar um adjetivo

Exemplo: “Sua resposta a deixou muito triste”.

Advérbios: como são posicionados na frase?

A posição do advérbio nas frases depende da forma como está sendo utilizado. De acordo com a gramática, essa variação acontece normalmente assim:

  • O advérbio é o termo seguinte quando utilizado com um verbo ou outro advérbio. Como no exemplo acima: “ler bastante”.
  • O advérbio é o termo anterior quando utilizado com um adjetivo. Como no exemplo acima: “muito triste”.

Flexão de grau

Advérbios não passam por flexão de número, mas passam por flexão de grau. Essa é uma transformação da palavra para que ela possa se adequar e cumprir o seu papel dentro do contexto da frase. Basicamente, a variação de grau refere-se a quantidade, gradação.

Locuções adverbiais

A locução consiste no uso de mais de uma palavra para expressar uma mesma função. Logo, a locução adverbial diz respeito ao uso de duas ou mais palavras para cumprir a função de um advérbio simples. Em uma locução adverbial pode ser usada uma preposição seguida de um substantivo, advérbio ou adjetivo.

Agora você já sabe o que é advérbio e sua importância. Para conferir mais conteúdos como este, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog