O que é a mitose e meiose?

Os processos de mitose e meiose fazem parte do corpo humano, mas acontecem em situações distintas. O primeiro pode acontecer em células haplóides e diplóides. Por sua vez, o segundo acontece somente em células diplóides. Continue lendo para entender mais sobre esses dois processos.

O que é mitose?

O processo de divisão celular que origina duas células iguais à inicial recebe o nome de mitose. Isso significa que as células têm o mesmo número de cromossomos. O termo mitose é originário da palavra grega mitos, cujo significado é “tecer fios”.

A mitose tem a função de assegurar o crescimento e substituição das células. A multiplicação celular é determinante para manter a reprodução dos seres unicelulares, renovar tecidos e realizar processos de cicatrização. 

Fases da mitose

Conheça as fases da mitose.

Prófase

Todo cromossomo tem um centrômero responsável por unir dois filamentos chamados cromátides. A carioteca, membrana que envolve o núcleo, é fragmentada e o nucléolo desaparece.

Através do processo de espiralização, os cromossomos se tornam mais curtos e espessos. As fibras do fuso que são formadas tornam o deslocamento no citoplasma mais fácil. 

Metáfase

Como a carioteca desaparece, o material nuclear fica disperso no citoplasma. Os cromossomos estão no grau máximo de espiralização e ficam unidos às fibras polares do fuso mitótico pela região do centrômero. Os cromossomos se deslocam para a região mediana da célula, originando a placa equatorial. 

Anáfase

O centrômero é dividido e as duas cromátides-irmãs são separadas, tornando-se independentes, ou seja, cromossomos-filhos. Cada um dos cromossomos-filhos se dirige para um polo da célula devido ao encurtamento das fibras do fuso. O material genético que chega a cada polo é idêntico ao da célula-mãe. 

Telófase

A divisão celular termina e os cromossomos passam pela desespiralização, se tornando mais uma vez filamentos longos e finos. O fuso é desintegrado, o nucléolo é reorganizado e a carioteca é reconstituída. Os núcleos novos passam a ter o mesmo aspecto do núcleo interfásico. 

O citoplasma é dividido pela citocinese e o estrangulamento produz duas células. Durante o período de interfase as células não se encontram em processo de divisão. Essa fase é dividida em três períodos, que são: 

– G1 (síntese de RNA);

– S (síntese de DNA);

G2 (antecede a duplicação).

O que é meiose?

A meiose consiste em um processo em que ocorrem duas divisões celulares que originam quatro células com metade do material genético da célula inicial (célula-mãe). Isso acontece somente nas células diploides. O processo de meiose tem a função de reduzir o número de cromossomos das células diplóides através da sua transformação em células haploides. 

Também tem a função de garantir que haja um conjunto completo de cromossomos nos produtos haploides gerados. A meiose é muito importante para o desenvolvimento da diversidade genética, uma vez que origina novas combinações gênicas. 

Fases da meiose 1

A fase 1 é a etapa reducional em que o número de cromossomos é reduzido pela metade. 

Prófase 1

Os centríolos se movem para os polos celulares e acontece a condensação dos cromossomos. Os cromômeros são formados e há a troca de fragmentos entre as cromátides-homólogas durante o crossing-over. 

Metáfase 1

Nessa fase há o desparecimento da membrana celular. Há o nível máximo de condensação dos cromossomos. O par de cromossomos homólogos é ligado às fibras do fuso pelo cinetócoro. Na região equatorial da célula, os cromossomos homólogos se alinham aos pares. 

Anáfase 1

Nessa fase acontece a separação dos cromossomos homólogos em decorrência do encurtamento das fibras do áster. Ocorre a migração do cromossomo duplicado de cada para um dos polos celulares. Tem início a descondensação. 

Telófase 1

Nessa etapa o nucléolo e a carioteca se reorganizam em cada polo celular. Acontece, então, a divisão celular e a formação de duas haplóides com metade dos cromossomos da célula-mãe. Acontece também a citocinese que nada mais é do que a divisão do citoplasma. 

Fases da meiose 2

Prófase 2

Etapa em que a carioteca é rompida e acontece o desaparecimento dos nucléolos. Os cromossomos são condensados. Formam-se então as fibras do áster. As células são haplóides, uma vez que tem um cromossomo de cada tipo. 

Metáfase 2

As fibras do áster orientam os cromossomos que se alinham na região equatorial da célula. Nessa fase, os cromossomos se encontram em grau máximo de condensação. 

Anáfase 2

As fibras do áster direcionam as cromátides-irmãs para lados opostos. Uma cromátide se torna um cromossomo simples. Tem início a descondensação. 

Telófase 2

Formam-se células haplóides. A carioteca é reorganizada e o nucléolo reaparece. Ocorre a separação das células pela citocinese. 

Mitose e Meiose: conheça as principais diferenças

Confira as diferenças entre mitose e meiose. 

Divisão celular

Na mitose ocorre apenas uma divisão celular, enquanto na meiose ocorrem duas divisões celulares.

Produção de células

Na mitose são produzidas duas células. Na meiose são produzidas quatro células.

Células formadas

As células formadas na mitose são idênticas geneticamente, enquanto na meiose são geneticamente modificadas.

Células diploides

Na mitose ocorre a duplicação de células diploides (2n). Já na meiose ocorre a transformação das células diploides (2n) em células haploides (n). 

Processo equitativo e processo reducional

O processo na mitose é equitativo, uma vez que as células-filhas têm o mesmo número de cromossomos da célula-mãe. No caso da meiose, ocorre um processo reducional, uma vez que as células-filhas apresentam metade do número de cromossomos da célula-mãe. 

Geração de células

Na mitose uma célula pode gerar várias outras, pois o ciclo celular mitótico se repete. Na meiose se forma somente quatro células-filhas que podem não passar por outras duplicações. 

Tipos de células

A mitose acontece em grande parte das células somáticas do corpo. Já a meiose acontece em células germinativas e esporos. 

Gostou de saber mais sobre a mitose e a meiose?

Retornar ao blog