Mal e Mau – Aprendendo a aplicação correta de cada um deles

Escrever corretamente é essencial, principalmente quando estamos falando da redação do Enem e do vestibular. Se uma palavra for usada de maneira errada, o estudante perde pontos importantes e isso afeta o seu desempenho final. Por isso, dedicar-se a aprender a grafia correta das palavras é muito importante.

Falando nisso, você sabe usar as palavras “mal” e “mau” corretamente? A melhor maneira de aprender é entendendo a diferença entre elas. Para ajudar nessa tarefa, preparamos esse artigo com todas as dicas. Continue a leitura e confira!

Palavras homófonas

Mal e mau são claros exemplos de palavras homófonas, ou seja, que apresentam a mesma fonética (são pronunciadas da mesma forma), mas têm grafias e significados diferentes. 

Quando usar mal com L

Você já deve ter ouvido que mal com “L” é o antônimo de “bem”. É isso mesmo, considerando que ele pode ser um advérbio e um substantivo. Se em uma frase você conseguir fazer essa substituição, fica mais fácil identificar o seu uso.

Como falado anteriormente, “mal” pode ser um advérbio, significando que algo foi realizado de maneira errada. 

Exemplos:

– Sua filha se comportou mal na escola hoje.

– Ela comia muito mal, por isso ficou doente.

– O estudante foi mal recebido.

Em outros casos, a palavra pode ser considerada um substantivo, quando é sinônimo de doença, problema, angústia e sofrimento.

Exemplos:

– A farinha branca é um mal na minha vida.

– Todo o mal deve ser evitado.

– Você não sabe o mal que fez a ela.

Por fim, pode ser também uma conjunção que liga as orações.

Exemplos:

Mal amanheceu e ela já saiu para estudar.

Mal você chegou, ele foi embora.

– O funcionário mal saiu de férias e ficou doente.

Quando usar mau com U

A palavra mau com “u” é o oposto de bom; tem a função de um adjetivo, isso significa que serve para indicar uma característica ou qualidade. 

Exemplos:

– Ele é um mau aluno, não respeita o professor.

– Você foi muito mau comigo aquele dia. 

– Aquele ator sempre faz o papel de homem mau.

Outras palavras homófonas

Existem muitas outras palavras que têm o mesmo som, mas possuem significados e escrita diferentes. Confira alguns exemplos.

Acento e assento

– Usamos essa palavra com ou sem acento? (sinal gráfico)

– Por favor, você pode me confirmar se este assento está vazio? (cadeira, lugar)

Caçar e cassar

– Você não sabia que é proibido caçar animais nesta área? (perseguir, capturar)

– Passou na TV que vão cassar o mandato do prefeito? (anular, invalidar)

Extrato e estrato

– Realizamos o depósito. Por favor, verifique o pagamento no seu extrato bancário. (registro bancário)

– Na redação deste ano o tema foi sobre a desigualdade nos diferentes estratos sociais da população brasileira. (camada)

Noz e nós

– O meu bolo favorito é aquele com recheio de noz. (fruto da nogueira)

Nós ficamos muito felizes ao receber o convite para o seu casamento. (pronome pessoal)

Traz e trás

Traz o caderno, por favor! (verbo trazer)

Eu esqueci o meu caderno na parte de trás do armário, você pode pegar para mim? (local posterior)

Voz e vós

A voz daquele cantor colombiano é muito bonita. (som humano)

Vós sabeis que isso é impossível. (pronome pessoal)

Palavras homônimas

Ainda no campo da gramática, falando sobre palavras que têm o mesmo som, vale a pena lembrar das palavras homônimas: aquelas que têm a mesma pronúncia e a mesma escrita, mas possuem significados diferentes. Confira alguns exemplos.

Caminho

– Hoje peguei um caminho muito estranho para a minha casa. (substantivo – itinerário)

– Eu caminho na esteira todos os dias por pelo menos meia hora. (verbo caminhar)

Leve

– Essa caixa é a mais leve, você pode carregar até o caminhão? (adjetivo – com pouco peso)

– Você quer que alguém leve essa caixa mais pesada agora? (verbo levar)

Morro

– Você viu que legal os alpinistas escalando o morro? (monte)

– Eu morro de medo de esportes radicais! (verbo morrer)

Verão

– Finalmente chegou o verão! (substantivo – estação do ano)

– Você sabe me dizer quando eles verão aquele filme? (verbo ver)

Palavras homógrafas

Por fim, as palavras homógrafas são aquelas que possuem som e significado diferente, mas são escritas da mesma forma. Confira alguns exemplos.

Acerto

O estudante discursou com muito acerto. (substantivo – correção)

Eu nunca acerto as respostas de física. (verbo acertar)

Colher

Uma colher de açúcar é suficiente para adoçar este suco. (substantivo – utensílio de mesa)

Chegou a época de colher acerolas. (verbo colher)

Gosto

Esta sopa tem um gosto muito ruim. (substantivo – preferência)

Eu gosto de fazer receitas diferentes. (verbo gostar)

Molho

Para mim, lasanha precisa ter molho branco. (substantivo – caldo)

Eu sempre molho o chão quando lavo a louça. (verbo molhar)

Gostou das dicas? Agora você já sabe em quais momentos deve utilizar as palavras “mal” e “mau”. Se quiser saber mais, acesse o Blog do Hexag Online e confira nossos artigos. 

Retornar ao blog