Especial ENEM 2020 – E depois do Enem? O que fazer?

O Enem 2020 certamente foi um dos eventos mais esperados pelos estudantes em um ano repleto de incertezas geradas pela pandemia. Mas, você já pensou no que irá fazer assim que concluir o segundo dia de prova? Para quem ainda não está devidamente orientado a esse respeito, vamos dar dicas de quais passos seguir para concluir a sua busca pela tão sonhada vaga no ensino superior.

O que fazer depois do Enem 2020?

Ao terminar de preencher o cartão de respostas do segundo dia de provas do Enem 2020, muitos sentirão que parte de sua missão foi concluída. Após fazer as provas, os estudantes devem se preparar para a segunda etapa de conquista de uma vaga no ensino superior. Confira, a seguir, o que fazer depois do Enem e esteja preparado para dar um passo importante para uma carreira de sucesso.  

1 – Aguarde os resultados do Enem

Os resultados do Enem 2020 sairão no dia 29 de março de 2021. Nessa data, os estudantes poderão acessar o site oficial e fazer seu login com CPF e senha para conferir o seu boletim de desempenho. Os candidatos poderão conferir as notas das provas objetivas e da redação. São essas notas que te ajudarão a conquistar sua vaga no ensino superior através dos processos seletivos.

2 – Atenção ao Sisu

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) é o primeiro processo seletivo do Governo Federal aberto após a realização do Enem. Neste ano, a previsão de abertura é o final de março e início de abril, o que acontecerá logo após a divulgação dos resultados do exame.

Os candidatos concorrem a vagas de ensino superior em universidades públicas e institutos federais. São ofertados cursos em todas as áreas, mas somente na modalidade presencial. Fique atento, pois as notas de corte são altas e mudam diariamente. Por isso, é importante ser rápido para escolher os cursos e as universidades. Ficam com as vagas aqueles que tiverem as melhores pontuações do Enem.

Esse processo seletivo dura quatro dias e a divulgação dos resultados ocorre logo em seguida ao seu encerramento. O processo seletivo do Sisu está aberto para todos que fizeram a edição mais recente do Enem e que não zeraram na redação. Se você não conseguir uma vaga, não desanime, pois há uma segunda chance que geralmente é aberta no meio do ano.

3 – ProUni

O ProUni é outra possibilidade para conquistar uma vaga no ensino superior, nesse caso, em universidades privadas com bolsas de estudo. Todos os anos são disponibilizadas milhares de bolsas de estudo em instituições em todo o território nacional. Os estudantes podem obter bolsas para cursos presenciais ou à distância.

Para participar desse processo seletivo é necessário ter feito a edição mais recente do Enem, não ter zerado a redação e ter obtido média de, pelo menos, 450 pontos no exame. Além disso, é necessário que os candidatos se enquadrem nos requisitos de renda familiar e terem feito o ensino médio em escolas da rede pública.

Esse processo também dura quatro dias e demanda agilidade dos pleiteantes, uma vez que as notas de corte para cada curso mudam rapidamente. Fique atento que, em alguns casos, alterando a opção é possível conseguir a bolsa. O ProUni acontece em duas edições, no primeiro e no segundo semestre.

4 – FIES

É um programa de crédito estudantil que permite o financiamento de estudos em universidades privadas de qualidade reconhecida pelo MEC. As condições de pagamento são facilitadas, permitindo que quem deseja investir em seu futuro possa iniciar a sua jornada de estudos.

O FIES também possui um processo seletivo que leva em consideração as notas do Enem. Contudo, para conseguir o financiamento, podem ser usados resultados de edições do Enem a partir de 2010.

A média no exame deve ser igual ou superior a 450 pontos e o candidato não pode ter zerado na redação. Há requisitos de renda familiar também. A seleção para o FIES acontece duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo.

5 – Encontre uma vaga em universidades privadas

Cada vez mais instituições de ensino privadas estão utilizando o modelo de seleção sem vestibular. Para isso, tomam como base a nota do Enem de qualquer edição a partir de 2010. Há milhares de instituições de ensino que utilizam a nota do Enem como critério, os estudantes podem escolher entre diversos cursos presenciais e de ensino à distância.

Nesse caso, o estudante deve saber como escolher a melhor universidade para atender aos seus anseios de futuro profissional. Pesquise a respeito da reputação da instituição e do curso que você pretende cursar, verifique também a avaliação do MEC. A qualidade do ensino da universidade se reflete na boa aceitação do seu diploma pelo mercado de trabalho.

Com essas dicas você já pode se organizar para encontrar uma vaga ideal após o Enem 2020! Para mais dicas navegue pelos posts do Blog do Hexag!

Retornar ao blog