Enem Digital: Tire suas dúvidas!

O Enem Digital é a versão do Exame Nacional do Ensino Médio aplicada em computadores ao invés de sua versão impressa. O Ministério da Educação (MEC), anunciou, em julho de 2019, que no ano de 2020 seriam realizadas provas digitais, além das convencionais impressas. O modelo digital foi realizado efetivamente em 2021 por causa de atrasos decorrentes da pandemia de coronavírus.

O exame foi criado em 1998 e até 2021 foi aplicado somente em sua versão impressa. A versão digital possui o mesmo formato que a original, porém, esses testes são realizados em computadores nos locais previamente selecionados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Continue lendo para conhecer melhor esse sistema.

Enem Digital: objetivo de redução de custos

A versão digital do exame foi pensada para gerar redução de custos, em particular no que se refere a papel e mão de obra. O formato também permite tornar a prova do Enem mais moderna, incluindo questões com infográficos, vídeos e até mesmo lógica de games.

A primeira edição do Enem Digital ocorreu em janeiro e fevereiro de 2021. Nessa primeira edição, os participantes puderam escolher se desejavam fazer a prova na versão impressa ou na digital. No entanto, o objetivo é que até 2026 todos os participantes possam fazer a prova pelo computador.

Enem Digital: tire as principais dúvidas

A seguir vamos esclarecer as principais dúvidas que os estudantes têm em relação ao Enem Digital.

Inscrições

O método e período para inscrição no Enem Digital 2020 foram os mesmos dos candidatos que realizaram a prova impressa. Porém, nessa primeira edição, a opção não foi ofertada em todas as cidades do país.

É importante verificar se há vagas na sua cidade quando forem abertas as inscrições para a nova edição do exame. Ao escolher a opção do Enem Digital, o candidato não pode alterar para a versão impressa e vice-versa.

Quem pode participar?

A prova digital está disponível para estudantes do terceiro ano do ensino médio e candidatos que já terminaram o ensino médio.

Quem não pode participar?

A versão digital do exame não está disponível para estudantes do primeiro ou segundo ano do ensino médio (treineiros) e para candidatos que demandam atendimento especial durante a prova.

Quando a versão digital é realizada?

Inicialmente, o Enem Digital 2020 seria aplicado em dois domingos consecutivos (22 e 29 de novembro de 2020), no entanto, essas datas precisaram ser alteradas devido a pandemia de coronavírus. Dessa forma, as provas foram realizadas nos domingos de 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.

O tempo de duração das provas da versão digital foi o mesmo do Enem impresso. No primeiro domingo, as provas foram realizadas das 13h30 às 19h e no segundo o horário foi das 13h30 às 18h30. Para evitar aglomerações, os portões foram abertos às 11h30 e fechados às 13h de acordo com o horário de Brasília.

Onde o Enem Digital é aplicado?

A previsão era que a primeira edição do Enem Digital fosse aplicada em 15 capitais brasileiras. Contudo, o MEC anunciou, em março de 2020, que a aplicação-piloto seria realizada em todos os estados e no Distrito Federal, totalizando 110 cidades participantes.

A mecânica do Enem Digital foi a mesma aplicada ao Enem impresso, o Inep definiu os locais de prova nos municípios e os candidatos puderam consultar as designações pelo site do exame. Além disso, todas as regras que dizem respeito a horários, documentos necessários e itens proibidos são as mesmas tanto para o Enem impresso quanto para o digital.

Mas, afinal como é o Enem Digital?

A estrutura do exame é a mesma da versão tradicional impressa. A redação também é redigida manualmente no Enem Digital. No dia 31 de janeiro de 2021 os candidatos responderam às questões objetivas de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas e redigiram, à mão, a redação. No dia 07 de fevereiro de 2021, os candidatos responderam a 90 questões objetivas de Matemática e Ciências da natureza.

Como é feita a aplicação da prova do Enem Digital?

O chefe de sala autoriza o início da aplicação da prova no horário marcado oficialmente. Os candidatos devem inserir, usando o teclado virtual, a chave de acesso que é disponibilizada na folha de rascunha personalizada.

Depois disso, o participante deverá conferir e confirmar os seus dados pessoais. Estando as informações corretas, o estudante poderá dar início a prova. Nos momentos em que for necessário fazer uma pausa, como para ir ao banheiro, por exemplo, o candidato deverá utilizar o ícone do cadeado, escolhendo a opção “Sim, pausar”. Porém, o tempo de pausa não será acrescido ao fim da prova. Para retomar à prova basta, mais uma vez, inserir a chave de acesso.

Divulgação do resultado do Enem Digital

Os resultados do Enem Digital são divulgados no mesmo dia em que os resultados do Enem impresso.

Como é a avaliação do Enem Digital?

O Inep objetiva aprimorar o Enem Digital entre os anos de 2022 e 2025. O órgão deseja aplicar até quatro provas digitais em datas distintas com prévio agendamento. Nesse período, a versão digital ainda será opcional para os candidatos. Até 2026 o Enem deve se tornar totalmente digital sem a aplicação de provas impressas.

Agora você já sabe o principal sobre o Enem Digital! Para conferir mais conteúdos informativos e dicas, navegue pelo blog do Hexag! 

Retornar ao blog