Dicas para fazer uma boa prova discursiva

A prova discursiva não deve ser temida pelos estudantes e sim encarada como uma oportunidade para demonstrar seu conhecimento. As questões discursivas demandam que se apresente a resposta correta e o raciocínio que levou a tal resposta.

Para quem está se perguntando como fazer um bom trabalho nesse tipo de avaliação, vamos dar dicas preciosas a seguir. Acompanhe!

Prova discursiva – Confira dicas para ter um bom desempenho!

Provas discursivas exigem que os estudantes escrevam a resposta para a questão. Trata-se de um tipo de avaliação mais amplo, em que se observa o conhecimento do candidato a respeito do tema e sua capacidade de transmitir sua linha de pensamento com coesão e coerência.

Confira, a seguir, dicas para fazer uma boa prova discursiva e deixe a ansiedade de lado quando estiver diante dessa avaliação.

1. Leia os enunciados com atenção

Parece algo básico, não é mesmo? Pois saiba que muitos candidatos se perdem na resposta apenas porque não leram o enunciado com a devida atenção. Se necessário, leia novamente a questão para evitar cair em “armadilhas” camufladas. Nela, você encontrará todos os pontos que devem ser trabalhados em sua resposta.

Lembre-se de que em uma prova discursiva não basta dizer qual é a resposta certa, é preciso apresentar o seu raciocínio para chegar até ela. A partir de uma leitura atenta do enunciado, fica mais simples identificar palavras-chave e argumentos que devem ser desenvolvidos na resposta.

2. Responda com precisão

Mencionamos acima que em uma prova discursiva não dá para simplesmente responder “essa é a resposta certa”, no entanto, isso não significa que você tem carta branca para divagar. A resposta para a questão deve ter precisão, não enrole para chegar a ela, apenas atente-se para demonstrar como chegou à tal conclusão.

Uma avaliação discursiva avalia mais do que aquilo que você sabe a respeito de um determinado tema, observa a sua capacidade de transformar seu conhecimento em uma resposta coerente.

3. Cada resposta é uma pequena redação

Essa linha de pensamento é fundamental, pois uma boa redação possui introdução, desenvolvimento e conclusão. Logo, cada resposta discursiva deve contar com esses elementos. Mais do que ter uma estruturação cada etapa da redação, deve-se conectar de maneira a criar um argumento geral.

Contudo, deve ficar claro que estruturar dessa forma não significa que a resposta precisa ter três parágrafos. A estrutura lógica deve ser criada em poucas linhas, não se esqueça da importância da precisão para uma boa resposta discursiva.

4. Coesão e coerência da sua resposta

Uma boa resposta discursiva é aquela que possui coesão e coerência, desses pontos depende a compreensão do que está sendo explicado. A coesão refere-se a criar uma conexão entre os elementos que compõem o texto, ou seja, palavras, orações, períodos e parágrafos. Juntos, eles devem transmitir uma mensagem, um texto coeso é harmonioso e de fácil compreensão.

A coerência, por sua vez, diz respeito à análise do sentido do texto. Observa a relação existente entre as partes e se há uma estrutura lógica. Todos os elementos que compõem a sua resposta comunicam a mesma mensagem? Isso é fundamental para que seja uma resposta coerente.

5. Revise antes de passar a limpo

Redigir a resposta em um rascunho para somente então passar a limpo na prova pode levar mais tempo, mas é imprescindível para alcançar melhores resultados. Nesse processo, o candidato tem a possibilidade de revisar o que escreveu, observando a correção do raciocínio, a coesão e a coerência.

Para que essa etapa extra não se torne um problema no tempo de realização da prova é interessante que o estudante faça simulados. Você pode encontrar provas discursivas anteriores do vestibular que pretende prestar e determinar o tempo para responder as questões.

6. Atenção ao português

Conhecer o conteúdo da prova a fundo não é o bastante quando não se tem domínio da língua portuguesa. Sendo assim, dedique-se ao estudo da gramática e de estratégias para uma boa construção textual. Uma forma de ampliar o seu vocabulário e conhecer formas diferentes de construir frases é a leitura.

Ler permite que você tenha contato com as formas diferentes dos autores de trabalhar com as frases e períodos para transmitir as mensagens. O ideal é ler livros de diversas temáticas para ter acesso a mais modos de trabalhar com a língua portuguesa.

7. Peça ajuda aos colegas durante a preparação para a prova

Uma experiência interessante para saber se você está interpretando bem os textos e se está escrevendo de forma coesa é criar o hábito de trocar experiências com seus colegas. Vocês podem ler as redações e respostas discursivas uns dos outros, de maneira a identificar se estão seguindo pelo caminho certo e como cada um pode ajudar o outro a superar seus desafios de escrita.

Provas discursivas representam uma oportunidade de desenvolver sua linha de raciocínio! Para conferir mais conteúdos e dicas para o Enem e o vestibular, navegue pelo blog do Hexag!

Retornar ao blog