Como usar os pronomes demonstrativos?

Você tem dificuldade de usar os pronomes demonstrativos? Se a resposta foi sim, então veio ao lugar certo, pois iremos explicar como eles devem ser empregados. Então, que tal dar início à nossa jornada pelo uso desses pronomes?

O que são pronomes demonstrativos?

Antes de falar especificamente sobre os pronomes demonstrativos, é interessante apresentar o conceito de pronome de maneira geral. Os pronomes nada mais são do que palavras que substituem ou determinam os substantivos, indicam a pessoa do discurso.

Os pronomes na língua portuguesa são divididos nas seguintes categorias: pessoais, possessivos, relativos, interrogativos, demonstrativos e indefinidos. Sua função é a de indicar o lugar, posição ou identidade dos seres em relação às pessoas do discurso.

No português esses pronomes estão divididos em: 

– Primeira pessoa (Este, estes, esta, estas, isto)

– Segunda pessoa (Esse, esses, essa, essas, isso)

– Terceira pessoa (Aquele, aqueles, aquela, aquelas, aquilo)

Exemplos

Para que fique mais claro o que são e como utilizar os pronomes demonstrativos, confira os exemplos abaixo. 

“Compro este sapato.” (aqui)

Nesse exemplo, o pronome demonstrativo “este” é utilizado para indicar o sapato que está próximo do indivíduo que está falando. 

“Compro esse sapato.” (aí)

Já nesse exemplo é utilizado o pronome demonstrativo “esse” para indicar um sapato que está mais afastado da pessoa que está falando e mais próximo de quem está ouvindo. 

“Compro aquele sapato.” (lá)

Por sua vez, nessa frase o pronome demonstrativo “aquele” é usado para indicar um sapato que está mais distante da pessoa que está falando e da pessoa com quem ela fala.

Pronomes demonstrativos: como usá-los?

Esses pronomes podem ser utilizados em relação ao tempo, espaço e como referente. Confira a seguir para entender melhor. 

Uso de pronomes demonstrativos em relação ao espaço

A seguir você poderá entender como os pronomes demonstrativos são empregados para indicar espaço. 

Este(s), esta(s) e isto.

Indicam algo que está perto da pessoa que está falando. 

“Compro este quadro.”

Esse(s), essa(s) e isso.

Referem-se a algo que está mais próximo da pessoa com quem se está falando.

“Compro esse quadro.”

Aquele(s), aquela(s) e aquilo.

Pronomes cuja função é indicar algo distante da pessoa que está falando e da pessoa que está ouvindo. 

“Comprarei aquela blusa.”

 

Uso de pronomes demonstrativos em relação ao tempo

Confira como usar os pronomes demonstrativos no tocante ao tempo. 

O pronome pode ser usado para se referir ao ano presente. 

“Este ano está sendo difícil para o mundo.”

O pronome “esse” deve ser usado para se referir a um passado próximo.

“Esse mês que passou não consegui pagar as contas.”

Já o pronome “aquele” diz respeito a um passado distante.

“Aquele ano foi muito positivo para a empresa.”

Uso de pronomes demonstrativos como referência

Entenda como os pronomes demonstrativos podem ser usados como referência.

Este(s), esta(s) e isto.

Dizem respeito a algo que ainda será falado. 

“Eu só quero dizer isto: parabéns!”

Esse(s), essa(s) e isso.

Devem ser utilizados para fazer referência a algo que já foi citado. 

“Sua presença na festa, isso é o que Laura deseja.”

Pronomes indefinidos

Também é importante conceituarmos os pronomes indefinidos, como o nome sugere são aqueles pronomes que designam algo de forma vaga, imprecisa. Eles se referem à 3ª pessoa do discurso e a sua divisão é feita da seguinte forma: 

Pronomes indefinidos substantivos

Aqueles que funcionam como substantivos sendo eles: algo, alguém, fulano, sicrano, beltrano, nada, ninguém, outrem, quem, tudo.

Exemplos:

“Algo o aborrece?”

“Repercutem tudo o que fulano diz.”

 “Ninguém sabe o dia de amanhã.”

“Ler é sonhar pela mão de outrem.”

“Quem avisa amigo é.”

Importante!

Devemos fazer o adendo de que o pronome indefinido “quem”, diferentemente do pronome relativo “quem”, não possui antecedente. 

Pronomes indefinidos adjetivos

Aqueles que funcionam como adjetivo sendo eles: cada, certo, certos, certa, certas.

“Cada grupo tem o líder que merece.”

“Certas pessoas exercem diferentes tipos de influência.”

“Você está gostando de um certo alguém.” 

Pronomes indefinidos substantivos e adjetivos

Alguns pronomes podem ser adjetivos em algumas situações e substantivos em outras. São eles: algum, alguns, alguma(s), bastante(s) (equivale a muito, muitos), demais, outro(s), outra(s), pouco(s), qualquer, quaisquer, qual, que, quanto(s), mais, menos, muito(s), muita(s), tal, tais, tanto(s), todo(s), toda(s), nenhum, nenhuns, nenhuma(s), um, uns, uma(s), vários, várias.

“Nessas estradas havia muito ouro.”

“Fiquei bastante contente com o que soube.”

“Uns vão, outros permanecem.”

“Há várias canetas disponíveis na mesa.”

Locuções pronominais indefinidas

Nesta categoria estão: São elas: cada qual, cada um, qualquer um, seja quem for, seja qual for, um ou outro, uma ou outra, tal qual (equivalente a certo), tal e qual, tal ou qual etc.

“Cada qual tem a sorte que cultivou.”

“Apenas uma ou outra pessoa era aceita naquele clube.”

“Tal e qual sua mãe, você toca piano lindamente.”

Viu como usar os pronomes demonstrativos é mais fácil do que parece? Navegue pelo blog do Hexag para conferir mais dicas de língua portuguesa e outras disciplinas!

Retornar ao blog