Aplicando a técnica Pomodoro – Melhorando o foco e a gestão do tempo

A técnica Pomodoro é uma das mais utilizadas por estudantes que estão se preparando para vestibulares e Enem como uma forma de combater a procrastinação e organizar mais efetivamente seu tempo.

Basicamente, se trata de uma técnica que intercala blocos de dedicação total à atividade a ser realizada (nesse caso, o estudo) com intervalos de descanso. Entenda melhor o conceito da técnica e como utilizar para otimizar seu tempo, melhorando o foco nos estudos.  

O que é a Técnica Pomodoro?

A técnica Pomodoro foi desenvolvida pelo italiano Francesco Cirillo, em 1980, como uma forma de melhorar a sua concentração em suas atividades acadêmicas. Com grande dificuldade de manter o foco em suas tarefas, Francesco decidiu utilizar o cronômetro da cozinha, que tinha o formato de tomate (por isso o nome Pomodoro), para marcar dez minutos, nesse período ele deveria permanecer imerso no seu trabalho.

Com o sucesso dessa primeira empreitada, ele percebeu que poderia otimizar a ideia, alterando o tempo de dez para 25 minutos de dedicação total e 5 minutos de descanso. Essa técnica é bastante simples e consiste em usar um cronômetro para marcar os períodos de tempo de trabalho e descanso. Nos 25 minutos de cada bloco de trabalho, a dedicação deve ser absoluta e nos 5 minutos de descanso é importante relaxar.

Benefícios da técnica Pomodoro na rotina de estudos

Estudar para o vestibular e Enem pode se tornar uma atividade extenuante e com poucos resultados quando não se tem um equilíbrio entre a dedicação aos conteúdos e descanso para que a mente os absorva. Muitos estudantes têm dificuldades de vencer a procrastinação e se manterem motivados ao longo de suas horas de estudo.

O método Pomodoro é um dos mais eficientes para vestibulandos, porque ajuda a frear a tentação da procrastinação e torna o estudo menos cansativo. Sabendo que, em alguns minutos fará uma pausa, fica mais fácil controlar o desejo de parar tudo o que se está fazendo para verificar as suas redes sociais, por exemplo. Além disso, os períodos de descanso de 5 minutos contribuem para aumentar a energia ao longo do processo.

Outro benefício é a maior facilidade para a definição de prioridades durante o estudo. Com um tempo predeterminado para cada bloco (25 minutos), você vai naturalmente selecionando o que tem mais relevância e, assim, faz uma gestão mais focada do seu tempo.

Como o método funciona?

Já falamos que a técnica consiste em trabalhar em blocos (chamados de Pomodoro) de 25 minutos, intercalados com períodos de descanso de 5 minutos. Ao concluir 4 blocos (Pomodoros), faça uma pausa mais longa, entre 15 e 30 minutos, antes de reiniciar o processo com um novo bloco de 25 minutos.

Durante os blocos, é fundamental estar comprometido com as atividades, ou seja, nada de televisão ligada ao fundo, uso de redes sociais, músicas apenas são indicadas se não causarem interrupções. Você somente deve interromper um bloco se estiver acontecendo algo urgente que demande a sua atenção. Tendo resolvido a situação, volte o cronômetro ao início para um novo ciclo, não continue de onde parou.

Técnica Pomodoro: passo a passo para aplicar a sua rotina de estudos

É bem fácil usar a técnica Pomodoro no dia a dia, para deixar ainda mais simples elaboramos um passo a passo de como aplicá-la à sua rotina de estudos. Vamos começar?

Passo 1 – Faça uma lista de conteúdos para dia

No fim de cada dia, é interessante fazer uma lista com os conteúdos que deverão ser estudados no dia seguinte. Mesmo que você tenha um cronograma com as disciplinas que devem ser estudadas em cada dia semana, recomendamos que liste os conteúdos especificamente que vai estudar.

Isso ajuda a ter em mente quais são as atividades do dia, evitando distrações com outros conteúdos. Evite sobrecarregar a sua lista, pois, quando se trata de estudar para vestibular e Enem, a qualidade do estudo é fundamental. Além disso, ao colocar em sua lista mais atividades do que consegue cumprir, correrá o risco de se frustrar.

Passo 2 – Eleja as prioridades

Para ter mais foco e gerir melhor seu tempo de estudo, você deve elencar as suas prioridades, ou seja, definir quais conteúdos demandam mais atenção e são mais relevantes para seu bom desempenham no processo seletivo.

As tarefas prioritárias devem ser realizadas antes, ao eliminá-las, você ficará mais tranquilo para o restante das atividades. Uma boa gestão do tempo consiste em resolver as questões mais importantes e não, necessariamente, cumprir todas as tarefas, sempre é possível remanejar seu cronograma.

Passo 3 – Aplicando a técnica 

Tendo uma lista de conteúdos com definição de prioridades feita, chega o momento de colocar a técnica Pomodoro em prática. Cronometre 25 minutos para o primeiro bloco e não se esqueça de que sua concentração deve ser total. Uma forma de tornar a técnica ainda mais eficaz é estabelecer metas para concluir as suas tarefas de estudo de acordo com o número de blocos.

Por exemplo, você pode determinar que em 3 blocos (ou 1 hora e 15 minutos) terminará a revisão e a lista de exercícios de matemática do dia. Estabelecer um número de Pomodoros para cada tarefa pode te ajudar no gerenciamento do tempo dedicado a cada disciplina.

Passo 4 – Pausa

O cronômetro indicou que os 25 minutos acabaram? Então, faça uma pausa de cinco minutos que seja relaxante. Você pode escolher qualquer atividade para fazer nesse tempo de descanso, mas tenha em mente que o ideal é optar por coisas que te relaxem e não que te acelerem.

Você pode tomar um copo de água enquanto caminha até a cozinha, fazer um carinho no seu pet, meditar, ir ao banheiro. Se tiver terminado a atividade antes dos 25 minutos, nada de encerrar o bloco aumentando o descanso, use o tempo sobressalente para revisar a sua atividade.

Passo 5 – Descanso mais longo após 4 Pomodoros

Concluiu um ciclo de quatro blocos de 25 minutos? Lembre-se que o descanso entre um ciclo e outro deve ser mais longo, você pode fazer uma parada de 15 a 30 minutos.

A técnica Pomodoro é ideal para quem deseja organizar o seu tempo de estudo com mais efetividade!

Retornar ao blog