A cultura indígena no Brasil – Passado, presente e futuro

A cultura indígena representa um importante capítulo da história do Brasil e, por isso, é um tema que pode estar presente nos principais vestibulares e no Enem. Afinal, não dá para falar a respeito da cultura brasileira sem considerar o papel dos índios. Muitos hábitos que temos hoje vieram deles, como tomar banho todos os dias, consumir pipoca, mandioca, além de diversos termos do nosso vocabulário.

Siga a leitura para saber mais a respeito da cultura indígena no Brasil, incluindo recortes do passado, presente e projeções para o futuro.

Cultura indígena no Brasil – Origem e passado

Quando os portugueses chegaram ao Brasil em 1500, data do descobrimento, os índios já estavam por aqui. Uma das teorias mais aceitas é que os povos indígenas brasileiros descendem de asiáticos que chegaram aqui há mais de 60 mil anos por meio de uma travessia do Estreito de Bering.

Não se sabe exatamente quantos índios havia na época em que os portugueses chegaram. Estima-se algo em torno de três e cinco milhões. Para se ter uma ideia da diferença, de acordo com o último Censo, realizado em 2010, a população indígena tinha por volta de 800 mil índios, de 305 etnias diferentes.

Essa grande redução dos índios ao longo do descobrimento até os dias atuais se deve a alguns fatores. Epidemias, escravização pelos portugueses e conflitos com fazendeiros estão entre os principais motivos conhecidos pelo extermínio desses povos.

Apesar de não haver uma padronização na cultura de todos os povos indígenas brasileiros, alguns costumes eram comuns à maioria deles. Podemos dizer que o estilo de vida era parecido, incluindo hábitos alimentares, religiosos e a forma como o trabalho era dividido entre os membros das tribos.

Aspectos marcantes da cultura indígena brasileira

Confira algumas informações sobre os aspectos mais marcantes da cultura indígena brasileira.

Religião

Não é possível resumir os costumes religiosos indígenas exatamente por causa das diferenças encontradas entre os povos de cada região do Brasil. De maneira geral, as crenças envolviam um conjunto de mitos ligados a seres espirituais. Os pajés tinham um papel religioso bastante importante nas tribos. Eles eram conhecidos como indivíduos que detinham poder de fazer contato com o mundo espiritual.

Danças e cânticos

As danças e cânticos são elementos muito fortes dentro da cultura indígena. Geralmente, eram realizados em rituais considerados festivos para diferentes fins, como pedido de proteção, cura para doenças, agradecimento, entre outros. Para essas situações, eles faziam pinturas no corpo e utilizavam adornos especiais feitos de elementos encontrados na natureza.

Relação com a natureza

Não dá para falar sobre cultura indígena sem citar a natureza, pois eles estão intimamente ligados. Um dos valores mais fortes dos índios era o estilo de vida sustentável, em que se tirava do meio ambiente apenas o que fosse necessário para a sobrevivência.

Alimentação

A alimentação dos índios brasileiros era baseada na caça, pesca e coleta de legumes, frutas, caules e raízes. Vale destacar que os alimentos variavam bastante de acordo com as espécies nativas de cada região do Brasil.

Hábitos brasileiros de origem indígena

Você sabia que muitos hábitos que temos hoje possuem origem indígena? Identificar e reconhecer essa influência é muito importante para que a população brasileira em geral valorize a história desses povos. Veja, a seguir, os costumes mais marcantes da nossa cultura que surgiram através dos índios.

Mandioca

A marca mais famosa de amido de milho comercializada no Brasil, Maizena, conta com a imagem de índios em sua embalagem e isso não é por acaso. Como já citado, a mandioca era um alimento bastante importante na alimentação indígena. Além da versão in natura, também era consumida na forma de farinha, polvilho e beiju.

Uso de remédios naturais

Se alguma vez já utilizou um ingrediente de origem natural para tratar alguma enfermidade, saiba que esse também é um costume de origem indígena. O boldo, o pó de guaraná, a catuaba e vários tipos de ervas são apenas alguns exemplos.

Vocabulário

Muitas palavras que utilizamos hoje surgiram do vocabulário indígena. Há, ainda, os nomes de cidades que possuem essa mesma origem. Alguns exemplos são: carioca, mingau, abacaxi, Jaú, Guanabara, muamba, pororoca, pindaíba, tamanduá, tocaia, entre outras.

Presente e futuro da cultura indígena no Brasil

Hoje, muita coisa mudou na vida dos índios brasileiros e diversos hábitos da sociedade contemporânea foram inseridos em sua rotina. A alimentação, por exemplo, não pode ser mantida como no passado, especialmente por conta do desmatamento.

Dentro do universo de cerca de 800 mil índios que vivem atualmente no Brasil, apenas uma pequena porcentagem segue isolada. A grande maioria vive um misto da cultura nativa com hábitos da população geral. Inclusive, muitos sobrevivem através do turismo realizado em reservas e parques indígenas.

Entender a cultura indígena é fundamental para conhecer a cultura brasileira. Se gostou do conteúdo, aproveite para navegar pelo blog do Hexag e conferir textos informativos de assuntos de grande importância para estudantes.

Retornar ao blog